Arquivo da categoria: Opinião

grass nasa people rocket

O desenvolvimento de Software da SpaceX pode trazer ideias importantes para o mercado de TI e Gestão de Serviços

Gosto muito de buscar referências em áreas que, em um primeiro momento, não parecem estar diretamente ligadas ao meu trabalho.

Nesse artigo de Charles R. Martin e Ben Popper, eles conversaram com o líder de desenvolvimento de software da SpaceX, Steven Gerding e tirei algumas ideias bacanas do que posso trazer para a TI, Segurança da Informação e até para a Gestão de Serviços:

Don’t push that button: Exploring the software that flies SpaceX rockets and Starships

Free stock photo of aerial view, earth, flying
Satélite da SpaceX sobrevoando a Terra
  • Manter o código e o trabalho simples é uma das coisas que permite certo nível de segurança no software desenvolvido.
    • Em alguns casos até membros da tripulação NÃO ENGENHEIROS de software podem sobrescrever partes isoladas do software.
  • Isso nos leva a um segundo ponto que me chama a atenção. Os sub-sistemas são escritos de forma isolada com objetivo de que, em caso de falhas em um propulsor, por exemplo, a cápsula de sobrevivência permaneça operacional e possa voltar ao solo.> Imagine isso em sistemas sub-divididos com foco em exposição mínima ao risco e diminuição de possibilidades de horizontalização em ataques cibernéticos.
  • A contingência de peças e sistemas com possibilidades de “re-roteamento” dos caminhos e conexões é algo que muitas equipes negligenciam na entrega de serviços.
    • Quem tem contingência de hardware e software nos seus negócios?
    • Em uma escala de 0 a 10, qual é a dificuldade de se conseguir justificar investimentos para isso?
  • Desenvolvimento defensivo, monitoramento constante e a melhoria contínua dos erros encontrados que ficam salvos em sistemas isolados, já que o objetivo sempre é de reutilizar os foguetes na SpaceX.
    • Existe a comunicação entre foguete e solo com objetivo de menor probabilidade de erro apenas de informações críticas durante a operação. Os dados históricos para o futuro são armazenados separadamente e não transmitidos. Entretanto, são analisados e jamais esquecidos.

Quem aqui analisa log legado, planeja-se para crises e diminuição de impactos, cria estratégias de isolamento de incidentes e problemas? 🤔

Foto de um robô em ângulo alto

Quando o futuro resolve chegar a galope

Costumeiramente era simples falar em futuro como um período após a nossa aposentadoria ou morte. Era como viver o trabalho e vida tentando prever o que o futuro nos reserva sem, de fato, perceber ou sequer lidar com essas mudanças. Era simples dizer que tudo migraria para o digital, que home-office era o futuro, que pessoas trabalhariam de qualquer lugar e em horários flexíveis sem passar por toda essa mudança.

No Brasil sempre estivemos acostumados, também, a recebermos o futuro de 2 a 3 anos depois de outros países que tendiam a ditar o ritmo das inovações. Sempre tivemos tempo para nos preparar — Não quer dizer que o fazíamos.

Já em 2021, graças às redes, telecomunicações e a uma cultura de estarmos muito mais conectados — que a pandemia acelerou — essa sensação de estarmos ilhados ou longe “desse futuro” se dissipou.

Outro dia, mesmo, um ex-aluno que trabalha na indústria calçadista aqui do interior do Rio Grande do Sul me comentou que estão testando o Oculus para uso no trabalho híbrido / remoto de seus funcionários.

Mulher usando óculos de realidade aumentada
Mulher usando óculos de realidade aumentada

Um colega do setor de moda está desenvolvendo junto a designers, maneiras de adentrar nesse mundo do Metaverso através da melhoria na experiência de compra do consumidor.

O futuro é hoje. Não vai ficar lá longe. E o novo futuro? Pode ser daqui a 20 minutos.

6 Passos Para Aprender TI de Verdade e Acompanhar o Mercado

Falei de carreira nos stories durante o sábado.

Penso importante registrar de forma permanente algumas dicas de como aprender TI de verdade, se motivar, validar e praticar o que aprendeu.

O profissional de TI sempre foi ensinado a investir em um curso universitário, fazer milhares de certificações, centenas de treinamentos em áreas generalistas.

O que ninguém contou é que o mercado precisa de gente especialista também. Gente que saiba colocar em prática aquilo que aprendeu. E isso, sozinhas, certificação ou diploma algum vão garantir. A importância da prática do aprendizado adquirido e certificado é constantemente subestimada no dia-a-dia.

A prova disso é que em plena demanda acima da média por profissionais de TI, os formados e com práticas em áreas técnicas estão recebendo aumentos de salários mais expressivos do que os graduados em universidades pelo fato de seus cursos serem muito mais práticos e com laboratórios de “mão na massa”.

2021 IT Salary+Skills Pay Survey Report: Digital Development


Mas para aprender você não precisa necessariamente fazer um curso técnico em meio a isso tudo. Você precisa melhorar a sua capacidade de análise, proposta de solução, aplicação da mesma, testes e documentação das ações para fins de comprovação desse trabalho e maior capacidade compreensão.

Qual outra dica você deixaria?

Assine o the news, fique bem informado e ajude um amigo

Eu poderia estar roubando ou praticando outro tipo de atividade ilícita. Mas estou aqui recomendando uma fonte maravilhosa de leitura e notícia gratuita e sem sensacionalismo e, ao mesmo tempo pedindo sua ajuda para ganhar uma cartelinha de adesivos ou até uma caneca do “deníus”.

A única coisa que você precisa fazer para ter notícia fresquinha e de qualidade na sua caixa de e-mail e me ajudar a ganhar os mimos é se inscrever com seu e-mail no link abaixo.

Clique na imagem acima ou no link seguinte https://thenewscc.com.br/indicacao?grsf=ag8kvy

Mentores com muita experiência ou experiência semelhante?

Evoluir com pessoas que estão 2 anos mais experientes do que você pode ser mais positivo do que aprender com alguém com 20 anos de experiência.

A vida muda, os mercados evoluem, ensinamentos ficam desatualizados.

Não quer dizer que devam ser esquecidos ou sequer considerados. Apenas quero dizer que seu amigo da escola pode lhe ensinar e você pode ensinar muita coisa também. Abrir a mente para algo novo é sempre bom.

Chernobyl da HBO GO nos mostra uma faceta das falhas das nossas vidas

Estive assistindo à série histórica/documental Chernobyl da HBO GO e é interessante perceber que o desastre é um reflexo fiel e exato do que vivenciamos em falhas em nossos projetos, vidas, empresas ou iniciativas.

Sempre existe um gatilho que culmina na derrocada e explosão da falha. Mas nunca é este gatilho sozinho que gera o problema.

É sempre uma reação em cadeia:

– A soberba ou falta de cuidado no processo;

– Um descaso ou adiamento de uma ação por preguiça, pressa, falta de interesse;

– Uma falta de comprometimento com o resultado do projeto e preocupação excessiva em “entregar o seu” e me livrar da minha tarefa;

– Uma economia boba em recursos essenciais ou primordiais (Hastes com Grafite que aumentavam a instabilidade dos materiais ao invés de controlar);

– Excesso de confiança;

– Falta de processo e treinamento;

– Adicione as variáveis negativas que estão relativamente fora do nosso controle (Xenônio, Vapor, Instabilidade do Material Nuclear);

Soma-se tudo isso e a equação de possibilidade de desastre deixa de ser um SE para tornar-se um QUANDO.

Há de sermos cuidadosos, prepararmo-nos, criar processos, seguir protocolos, sermos gentis, sermos eternos aprendizes e jamais nos darmos por vencidos ou sabichões.

Cuidado demais nunca é pouco!

#Cuidado #Desastre #Falha

Sobre tomar a decisão certa

Como saber se estamos fazendo a escolha certa?

Jamais saberemos, uma vez que não há possibilidade de conhecer o resultado da escolha não tomada.

O importante na tomada de decisões, pra mim, tem sido muito mais pesado em ser ético e intencional do que em ponderar se vai ser a decisão correta ou não.

Eu jamais saberei o que eu aconteceria se eu seguisse com a opção não escolhida.

No final do dia é escolher uma e seguir com ela!

Obrigado 2020, vai embora tarde!

Foi em 2020, mesmo sem ter muito tempo sobrando, que eu mais me dediquei a produzir conteúdo na internet.

Eu conversei muito por aqui com qualquer pessoa que eu pudesse auxiliar com o conhecimento que insisto e tenho paixão por acumular. Mesmo que em pequenas
doses, o pouco que eu posso, compartilho pois, como diz a noção da palavra Ubuntu,

“As partes individuais existem somente como aspectos da unidade universal”

Manifesto do Movimento Ubuntu

Ou então, como diz o consagrado com Nobel da Paz em 1984, Desmond Tutu:

“Uma pessoa com Ubuntu está aberta e disponível para as outras, apoia as outras, não se sente ameaçada quando outras pessoas são capazes e boas, com base em uma autoconfiança que vem do conhecimento de que ele ou ela pertence a algo maior que é diminuído quando outras pessoas são humilhadas ou diminuídas, quando são torturadas ou oprimidas.”

Desmond Tutu

Eu creio na comunhão entre as pessoas. Eu creio que eu só posso ser melhor tornando o outro melhor e assim criando um processo de aprendizado mútuo e
contínuo entre todos.

E vem daí a minha frase e mantra de que A tecnologia e a educação são poderosíssimos agentes de transformação.

Este ano foi especial. Meus canais de conteúdos na Internet dispararam, recebi muitas oportunidades de aprender e conhecer novos pontos de vista, novas amizades digitais, reconectar-me com antigos colegas, fazer negócios, estar disponível a quem fosse possível e buscar me tornar uma pessoa melhor a cada segundo de vida.

Se você está lendo isso aqui e esteve em contato comigo em 2020, obrigado. Seja com crítica, sugestão, elogio, curtida em foto ou qualquer interação, eu aprendi com você.

Obrigado a todos vocês.

Que em 2021 eu possa dar e receber ainda mais do que em 2020.

Valeu!

28. Os livros que mudaram minha mente em 2018

Eu acredito muito na educação e estudo contínuo. Leio muito, traço metas de leituras e encontro nelas crescimento pessoal e profissional.

Deixo a vocês as contribuições pessoais que obtive neste ano de 2018.

Comprando por este link você não paga nada a mais por isso mas eu ganho uma pequena comissão pela indicação do livro aqui no meu canal. Obrigado!