Entenda a numeração de versionamento de software utilizado no GLPi

A Teclib costuma lançar versões do sistema GLPI e nem todo mundo entende exatamente o que significam aqueles códigos.

Os códigos seguem um padrão semelhante ao Semantic Versioning mas não encontrei total alinhamento ao método.

Vamos ver como isso é feito?

Estamos, atualmente (06 de Maio de 2019), na versão 9.4.2 e 9.3.4. A equipe está mantendo duas versões para que ambientes possam ser gradativamente ajustados à versão 9.4.

Vou pegar a versão anterior, 9.4.1.1, como exemplo por conter mais dados de versionamento.

  • 9 – O primeiro número indica que o sistema se torna totalmente incompatível com versões anteriores. Quando este número muda, geralmente são esperadas alterações substanciais no sistema, como mudanças visuais, por exemplo.
  • 4 – O segundo número indica que foram adicionadas novas funcionalidades que não tornam o sistema inteiro incompatível com versões dentro do mesmo número que o primeiro. (Geralmente)
  • 1 – O terceiro número indica que o sistema sofreu mudanças menores, como correções de bugs e funcionalidades que não prejudiquem a compatibilidade com versões anteriores. (Dentro dos mesmos números anteriores)
  • 1 – O quarto número indica correções graves de segurança dentro dos números anteriores. Não impacta em incompatibilidades.

Sabendo disso você pode entender melhor o momento de atualizar seu sistema GLPi.

Ou seja, quando você utiliza a versão 9.3, por exemplo e sai uma atualização 9.3.1 ou 9.3.1.1, em tese, seria seguro e até recomendado realizar a atualização pois são apenas correções de bugs e até de segurança.

Neste último caso, geralmente a equipe deixa sinalizada a real importância de atualização para manter-se em dia e não correr riscos de segurança. Principalmente se você tem o seu GLPi de cara para a rua.

➤ Site: https://www.arthurschaefer.com.br
➤ Facebook: https://facebook.com/arthurschaefercombr
➤ LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/arthurramosschaefer
➤ Twitter: https://www.twitter.com/arthurrschaefer
➤ Inscreva-se no Canal: https://www.youtube.com/ArthurSchaefer

Tags:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *