GLPI 0.85.1 disponível — Correção de Segurança

Saiu no último dia 11 a versão 0.85.1 do GLPI.

 A nova versão trouxe uma correção de segurança importante para quem usa o GLPI publicado na Internet. Segundo o changelog trata-se de um bug contra Blind SQL Injection.

 Alguns outros bugs também foram corrigidos como melhorias nas traduções de itens das listas suspensas (Dropdowns), correções na parte de custos das mudanças, entre outros.

 O changelog original pode ser visualizado abaixo:

  • Bug #5105: Transfert infocom of an item
  • Bug #5113: Security on autoload (complete solution)
  • Bug #5118: Network ports created from a template
  • Bug #5128: Display task tech if not planned
  • Bug #5130: Datepicker — Today trouble
  • Bug #5131: FIx VM types / systems displays
  • Bug #5132: Items of a budget
  • Bug #5134: send pivate folowup without right
  • Bug #5135: Trouble to set public bookmark as default bookmark
  • Bug #5136: Traduction for list of dropdowns
  • Bug #5137: count followup and task in personnal view of central
  • Bug #5139: No right on tickets : only show tickets to validate
  • Bug #5140: shortcut problem on input/texarea
  • Bug #5142: Priority not hidden at the creation of the ticket (defined in template)
  • Bug #5143: Can’t reply to a satisfaction survey
  • Bug #5145: cost for a change
  • Bug #5147: Security : Blind SQL Injection
  • Bug #5148: Only display last version of a software
  • Bug #5149: WIfi networks edit trouble
  • Bug #5150: Ignored values for field unicity troubles
  • Bug #5151: Link View in elements of a components
  • Bug #5155: Manual date time updates
  • Bug #5156: Trouble on refused email
  • Bug #5157: Mails decoding troubles
  • Feature #5102: Notification for create ticket

Link para a notícia original (inglês)

Link para download do GLPI

Obs.: Não esqueça de testar a atualização em um ambiente de testes e realizar um backup completo do ambiente de produção antes de aplicar a atualização.

GLPI — Plugin Dashboard — Versão 0.4.2

Saiu agorinha mesmo do forno a versão 0.4.2 do plugin Dashboard para GLPI.

 Uma das funções mais interessantes parece ser os Relatórios por Categoria. Algo muito útil quando se quer ter uma noção do que mais está acontecendo na semana, mês ou ano.

 Agora a função de Mapas de chamados foi uma jogada SENSACIONAL!!

 Quem tem muitos clientes ao redor da cidade, estado, país ou até do mundo consegue ter um visual de quantos chamados estão abertos por região do mapa!! Isso mesmo, você enxerga os chamados abertos por região!! Olha essa imagem!!


Abaixo o changelog da versão:

Versão 0.4.2:
– Mapa com a localização das entidades e quantidade de chamados (Chamados -> Mapa);
– Relatório por categorias (Relatórios -> por Categoria);
– Relatório de chamados com parâmetros opcionais (Relatórios -> Chamados);
– Porcentagens nos gráficos de pizza;
– Usuário precisa estar logado para acessar o Dashboard;




Link para download

Obrigado +Stevenes Donato por compartilhar esta maravilha conosco.

Implantação de um sistema de Help Desk — Parte 5 (Homologação e Treinamento)

Continuando essa série de posts sobre a implantação de um software de Helpdesk onde começamos falando sobre as mudanças e melhorias que o software de Helpdesk pode trazer para uma equipe de suporte ou até apara uma empresa, de TI ou não. Em um segundo momento foram expostas informações e argumentos para justificar a implantação de um software com este objetivo. Na terceira parte a escolha do software foi o objetivo principal. O quarto post falou muito sobre o novo fluxo de atendimento da equipe de suporte e da cultura dos usuários da empresa. Agora, na quinta e última parte partiremos para a fase final do projeto que será a Homologação do uso deste software junto a área de TI e posteriormente aos usuários em geral e por fim o treinamento a ser dado a todos que utilizarão o sistema.

 Lembrando que essa é apenas uma sugestão de implantação. A qual utilizei e foi muito bem sucedida trazendo menor impacto ao negócio e usuários finais.

Homologação

O processo de homologação pode ser feito de forma bastante simples. Primeiramente, os administradores do sistema recebem as instruções de como abrir um chamado, inserir tarefas e concluir chamados. Se for necessário passar mais informações, fica a critério de cada ambiente. Em um ambiente onde só se faz necessária a administração dos chamados o pequeno treinamento é suficiente.

 Após o pequeno treinamento os administradores passam a receber os chamados que permanecem sendo solicitados via telefone, e-mail, pessoalmente, Skype, Fax e afins e cadastrar os mesmos no sistema de chamados em nome dos requerentes já pré cadastrados, e não mais em planilhas, papéis e post-it. Os usuários começam a receber os e-mails das interações e começam a ver que as informações estão todas ali, de forma transparente e instantânea. Isso traz a visibilidade e transparência para os usuários de que falamos em posts anteriores. Com essa visibilidade os usuários passam a se interessar nas novidades e benefícios que esse novo software traz.

 Lembre-se, é mais fácil mudar uma coisa de cada vez. (Primeiro o software, depois o fluxo)

 Após um período previamente definido de 30 a 60 dias de Homologação desse software trabalhando da forma sugerida, inserindo novas categorias de chamados, categorias de tarefas, ajustes para o bom andamento do novo fluxo a ser implementado, passamos para o Treinamento dos demais usuários para o uso da ferramenta.

Treinamento

Para o treinamento é de grandiosíssima importância que seja elaborado um manual de instruções de forma digital E IMPRESSA. Lembre-se que a grande parte dos usuários ainda se acerta mais com um manual em papel do que um documento na tela. Não crie mais bloqueios para o usuário, não tente empurrar goela a baixo uma nova forma de trabalho que muda a vida da equipe de TI mas que não traz mudança nenhuma (em um primeiro momento) para os demais usuários.

Outra dica importante é, crie turmas de Workshop para todos ou a maior parte dos usuários que utilizarão o software e ensine de forma visual (sem prática) como abrir um chamado, acompanhar um chamado, inserir informações e demais atividades que o usuário passará a fazer.

Abra a porta da TI para que os usuários tirem dúvidas referentes ao software. Não parta do princípio que o manual está lá e o usuário é obrigado a entender o que está lá. O usuário tem dificuldades já no dia dia. Se criares novas dificuldades, dificilmente obterás sucesso no projeto.

Por fim, trabalhe incansavelmente na CONSCIENTIZAÇÃO dos recursos humanos que trabalharão no software ou com o software!!

Até a próxima!!

GLPI — Templates e Chamados Recorrentes

Olá pessoal,

No post de hoje vou falar sobre a funcionalidade que apareceu nas versões 0.83.x do sistema de chamados GLPI. Os Chamados Recorrentes.

Logo que vi esse novo botão não entendi para que servia. Confesso que na primeira vez imaginei que fosse algo relacionado a Gerenciamento de Problemas do ITILv3 onde chamados recorrentes deixam de ser Incidentes e passam a ser problemas. Mas quando vi que também existia o botão de “Problemas” notei que não era bem para isso que servia a opção “Chamados recorrentes”.

Consultei o manual do GLPI e ele me deu uma dica de ouro. A função Chamados Recorrentes se trata de um “facilitador” para abertura de chamados que são abertos com uma certa periodicidade.

 Por exemplo: Preciso que um chamado seja aberto diariamente para verificar os logs de backup. Ou então um chamado precisa ser aberto mensalmente para que sejam verificadas as leituras das impressoras.

 Enfim, existem várias aplicações que fazemos manualmente no dia-dia que poderiam ser atendidas por essa função de forma praticamente automática.

 

 Para criar um chamado recorrente, é necessário primeiro aprender um pouco sobre os Templates de chamados. Os Templates são criados para que alguns campos sejam pré definidos na abertura de chamados de categorias específicas, perfis específicos ou até para os chamados recorrentes.

GLPI — Quer remover o link “Esqueceu sua senha?” da home page do GLPI

ATUALIZAÇÃO — 10/01/2018

Testado na versão 9.2.x e continua funcionando.

Depois de um bom tempo em “recesso” por motivos pessoais e também pelas merecidas férias (que não deixa de ser particular hehehe) estou voltando com um post de uma necessidade que eu tive aqui e acabei descobrindo através do conhecido blog siprosii.

Um Feliz Ano Novo a todos e que 2014 seja muito melhor que 2013!! Sintam-se todos abraçados!!

Você não quer que apareça aquele link de “Esqueceu sua senha?” na home page do GLPI porque usa um servidor LDAP ou Active Directory para controlar as senhas?

É muito fácil.

  • Navegue pelas opções Configurar > Notificações;


  • Clique em Notificações;


  • Procure pela notificação “Password Forgotten”;


  • Na opção Ativo, selecione “Não” e clique em “Atualizar”;


  • Prontinho, o link desapareceu!!! Sem programação nem nada..


Governança de TI — 8 pontos que podem te ajudar a definir Indicadores Estratégicos para Áreas de TI


Todo setor de TI, seja ele projetizado ou baseado em matriz organizacional, sofre em algum momento a PDCA (Plan, Do, Check, Act).

Não é à toa que o ITIL é basicamente uma revisão de processos do setor de TI que sofre constantes melhorias e revisões.

A questão é, como mensurar indicadores que possam ditar estratégias e ações a serem tomadas pela liderança e equipe de TI para que a mesma seja um pilar estratégico na empresa ou possa alavancar ainda mais o negócio como um todo?

Indicadores são os resultados obtidos através de métricas definidas com base em alguns pontos específicos, críticos, necessários e desejados pelo e para o negócio.
Deixe me explicar melhor.

Toda equipe de TI é e sempre será uma peça que presta SUPORTE a outras áreas da empresa que não tem TI como atividade fim.

Mas Arthur, tenho/trabalho em uma empresa de TI, sou SUPORTE também?

Se sou atividade fim da empresa, não sou, por consequência, área estratégica da mesma?

Sim, és área estratégica da TUA empresa, mas essa empresa de TI não é atividade fim dos seus demais clientes, concorda?

Então vamos lá. Uma empresa que vende planos de telefonia móvel precisa o máximo possível de disponibilidade do serviço para que possa vender cada vez mais planos, atender mais clientes e faturar mais com um maior número de negócios fechados. A área de TI desta empresa precisa trabalhar fortemente em projetos de Alta disponibilidade, Backup de equipamentos e dados, ambientes de coexistência, redundância de equipamentos críticos e não críticos e muitas pessoas disponíveis para atender a incidentes e possíveis problemas que venham a ocorrer no dia dia da empresa. Logo, entende-se que os indicadores dessa empresa devem se basear em disponibilidade e menos tempo de parada.

Segunda situação. Uma software house que atende pequenos comércios locais com um software padrão, sem customizações e mantém um contrato de manutenção preventivo e corretivo já não possui indicadores tão astutos e críticos. Os comerciantes preferem, por exemplo, que os funcionários vistam-se bem, atendam com atenção e que sejam simpáticos. Neste caso certamente seriam avaliados indicadores baseados em satisfação do cliente, percepção de valor que o cliente enxerga na empresa e abordagem dos técnicos.

O que eu quero dizer com os exemplos acima é que não existe receita de bolo para criação de Indicadores. Cada empresa possui suas prioridades e necessidades. Existe uma linha a se seguir e com base nela criar estes indicadores:

Entender do negócio

  • O corpo técnico da equipe de TI não está preocupada em entender exatamente qual é o negócio daquela empresa. Do que ela vive, o que faz, o que é crítico, quais os principais processos.

Planejamento estratégico alinhado

  • A equipe e liderança de TI deve estar 100% alinhada aos objetivos e metas do negócio em curto, médio e longo prazo para evitar demandas que não possam ser atendidas por uma das partes. Seja a demanda monetária, no caso do negócio, ou operacional, no caso da área de TI.

Definição de valor

  • É importantíssimo que o gestor de TI enxergue o valor do serviço prestado e que esse valor seja percebido de fora para dentro. Se pergunte, como as outras áreas/empresas me enxergam como setor? Atendimento rápido? Atendimento eficiente? Atendimento simpático?
  • Lembre-se, o valor é o que o cliente percebe no serviço que ele está pagando.

Determinar fatores críticos

  • A empresa possui processos críticos. Faturamento, Vendas, Exportação. Uma ou mais dessas áreas precisam estar 100% funcionais em maior parte do tempo de expediente. Essas áreas definem fatores críticos para o sucesso do negócio. Muita atenção a esses fatores.

Definir expectativas do cliente

  • O cliente possui expectativas. Cabe ao gestor de TI fazer com que essas expectativas sejam Specific.Measurable.Attainable.Realistic.Timely (Específico, Mensurável, Atingível, Realístico, Em tempo) baseado na sua capacidade operacional de mão de obra e infraestrutura.

Criar os indicadores e classificar

  • Criar os indicadores críticos ao negócio e classificar por importância.

Medir, Acompanhar, Monitorar

  • Crie planilhas, use softwares, use um ábaco, mas MEÇA e mais que isso, faça a sua equipe trabalhar em prol desse objetivo, conscientize a mesma a registrar seus atendimentos, não deixar nada passar.

Estudar a Causa e Efeito

  • Com os indicadores sendo acompanhados, nos resta estudar quais as principais Causas dos incidentes, os Efeitos dos mesmos e consequentemente crias planos de ação para evitá-los.

O que não é medido não pode ser gerenciado!

GLPI 0.84.2 — CORREÇÃO DE SEGURANÇA + OCS NG Plugin

Pessoal,


Não havia mais postado sobre as última versões do GLPI que saíram nos últimos 30 dias. (Nem mais nada.. Estava de mudança e sem internet em casa.. hehehe)

 Mas é bom estar de volta para conversar com vocês.

 As versões 0.84 e 0.84.1 saíram e deram o que falar. Mudança de interface, adição de funções, correções de bugs. Mas hoje mesmo saiu uma versão de correção de alguns pequenos bugs e um mais grave relacionado a segurança do GLPI e o servidor em que ele estiver hospedado.

 Saiu também um plugin para quem usa o OCS NG.

 A correção de segurança corrige erros de Injeção de SQL e a possibilidade de executar comandos no PHP.

 Para quem está usando a versão 0.84.x em diante é muito importante aplicar a atualização de segurança. Lembrando que plugins e demais configurações que funcionam na versão 0.84.x devem permanecer funcionando nessa nova versão.

Importante

O Modo OCS NG funcionou por muitos anos muito bem com o GLPI e isso é indiscutível.

A grande desvantagem tem sido manter as versões extremamente alinhadas GLPI x OCS NG. Com isso os desenvolvedores do GLPI decidiram produzir um plugin capaz de substituir o modo OCS NG antes disponível nas versões anteriores ao 0.83.x e não mais disponível nas versões posteriores ao 0.84.x.

Evidentemente que os antigos usuários do modo OCS NG podem realizar a migração sem perda de dado algum através desse procedimento.

As novas instalações com OCS no GLPI 0.84.x podem ser feitas através desse procedimento.

Mais informações.

Post Original:

GLPI 0.84.2 AVAILABLE — SECURITY

The official GLPI 0.84.2 version is now available from download

This version fix several minor bugs and a security bug. You are stongly encouraged to update your actual version.

Thanks to Tristan Leiter — Navixia SA and High-Tech Bridge Security Research Lab.

See changelog for more details

Important

Historically, interfacing with GLPI OCS Inventory NG server was achieved via the directly integrated “OCSNG mode” into GLPI. This “OCSNG mode” has offer to our users a quick and easy interface for many years.

Nevertheless this mode had a major drawback, it required perfect timing versions of GLPI with the OCS Inventory NG versions and makes difficult to maintain the whole.

To solve this problem, it was decided to develop a GLPI plugin for OCS Inventory NG and remove the “OCSNG mode” in the GLPI’s version 0.84.

This plugin will allow better scalability interfacing GLPI / OCS Inventory NG.

Of course, we took care to ensure a seamless migration for users of versions prior to 0.84. These users have just to install GLPI version 0.84 and install the new GLPI plugin OCS Inventory NG. The plugin automatically retrieves datas and settings from the old “OCSNG mode”.

More informations

Download plugin OCS Inventory NG (new release)

GLPI — Template de notificação de e-mail para Chamados por siprosii

Hoje o amigo +Márcio Machado postou uma dica no grupo do GLPI muito boa e de grande valia a quem tem interesse em dar uma organizada nas notificações do GLPI.

 Quem usa sabe que as vezes as notificações são um pouco confusas de entender o que exatamente foi feito e qual a necessidade de cada chamado. Com isso acabamos acessando o sistema mesmo para verificar o que está acontecendo. Porém os usuários não gostam de ter de acessar o sistema sempre para verificar o que aconteceu.

 O grupo Siprosii mantem diversas customizações, plugins e dicas sobre o GLPI e FusionInventory que podem ajudar muitos de nós administradores que não possuem grande conhecimento ou até nenhum em programação CSS, HTML e afins. Em um post de Novembro o Siprosii mostrou uma forma bem legal de como personalizar as notificações de chamados e mostro abaixo como fazer o procedimento e posterior ativação do novo modelo.

Existem os modelos nas cores padrão:


E também na cor azul


Vou explanar aqui apenas na cor padrão. Caso a cor azul atenda a alguma necessidade vocês podem ter acesso a mesma através deste link.

O processo de criação e cadastro dos modelos é simples porém um pouco trabalhoso.

1- Navegue pelos menus do GLPI através de Configurar > Notificações > Modelos de Notificações

2- Adicione um novo modelo

  • Selecione tipo: Chamado (Ticket)
  • Selecione o campo CSS
  • Coloque o código abaixo.

body {
 font-family: ‘Bitstream Vera Sans’, arial, Tahoma, ‘Sans serif’;
 font-size: 12px;
 margin: 0;
 padding: 0;
 background: #dfdfdf repeat-x;
}

ul, li, dt, dl, dd, form, img, input {
 margin: 0;
 padding: 0;
}

ul {
 list-style-type: none;
}

small {
 font-family: verdana;
 font-size: 10px;

.b {
 font-weight: bold;
}

.center {
 text-align:center;
}

.left {
 text-align:left;
}

.right {
 text-align:right;
}

.center-h {
 margin:auto;
}

.middle {
 vertical-align:middle;
}

.bottom {
 vertical-align:bottom;
}

.top {
 vertical-align:top;
}

.relative {
 position: relative;
}

.red { 
 color:red;
}

.blue {
 color:blue;
}

.green {
 color:green;
}

a, a:link {
 font-weight: bold;
 text-decoration: none;
 color : #659900;
 font-size : 12px;
}

a:hover {
 color: black;
}

table {
 font-size: 11px;
 border:0;
}

th { }

td { }

.tab_glpi {
 margin: 0 auto;
}

.tab_cadre {
 margin: 0 auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 border: 1px solid #cccccc;
 z-index:1;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 background-color: #ffffff;
}

.tab_cadre_fixe, .tab_cadre_fixehov {
 margin: 0 auto 10px auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 background: #f2f2f2;
 z-index:1;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 width:950px;
}

.tab_cadre_fixe img {
 vertical-align: middle; 
}

.tab_cadrehov, .tab_cadrehov_pointer {
 margin: 0 auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 border: 1px solid #cccccc;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 width: 80%;
 background-color: #ffffff;
 -moz-box-shadow: 0px 2px 5px #666;
 -webkit-box-shadow: 0px 2px 5px #666;
 box-shadow: 0px 2px 5px #666;
}

.tab_cadre th, .tab_cadre_fixe th, .tab_cadre_fixehov th, .tab_cadrehov th, .tab_cadrehov_pointer th, .tab_cadre_report th {
 font-size: 12px;
 font-weight: bold;
 background-color: #e1cc7b;
 text-align: center;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 padding: 2px;
 border-bottom:1px solid #cccccc;
 padding: 2px;
}

.tab_cadre td, .tab_cadre_fixe td, .tab_cadre_fixehov td, .tab_cadrehov td, .tab_cadrehov_pointer td, .tab_cadre_report td {
 padding: 3px 5px;
}

.tab_cadrehov tr:hover, .tab_cadre_fixehov tr:hover {
 background-color: #FFF4DF;
}

.tab_cadrehov_pointer tr:hover {
 cursor: pointer;
 background-color: #FFF4DF;
}

.tab_check {
 text-align:center;
 margin: 20px;
 margin-left: auto;
 margin-right: auto;
 width: 90%;
 border: 1px solid #aaaaaa;
 padding:10px;
}

.tab_check th {
 font-size: 12px;
 font-weight: bold;
 color: #fccc6f;
 vertical-align:bottom;
}

.tab_check td {
 font-size:11px;
 border-bottom:1px solid #bbbbbb;
}

.tab_cadrehov_pointer tr {
 cursor: pointer;
}

.tab_bg_1 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_bg_1_2 {
 background-color: #cf9b9b;
}

.tab_bg_2 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_bg_2_2 {
 background-color: #cf9b9b;
}

.tab_bg_3 {
 background-color: #e7e7e2;
}

.tab_bg_4 {
 background-color: #e4e4e2;
}

.tab_bg_5 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_find {
 background-color: #ccccc7;
}

.tab_find:hover {
 background-color:#FFF2C2;
 cursor:pointer;
}

3- Clique em adicionar

4- Clique para editar este template e adicione uma nova tradução

5- Clique no campo Corpo do e-mail HTML e clique no HTML.

6- Adicione o código abaixo.

##IFticket.storestatus=solved##
<table class=”tab_cadre” width=”700″>
<tbody>
<tr>
 <th colspan=”2″><a href=”##ticket.urlapprove##”>##lang.ticket.solution.description##</a></th>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td colspan=”2″><strong>##lang.ticket.autoclosewarning##</strong></td>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solvedate## :</td>
 <td>##ticket.solvedate##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.type## :</td>
 <td>##ticket.solution.type##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.description## :</td>
 <td>##ticket.solution.description##</td>
</tr> 
 
</tbody>
</table>
##ENDIFticket.storestatus##

<br />

<table class=”tab_cadre” width=”700″>
<tbody>
<tr>
 <th colspan=”2″><a href=”##ticket.url##”>##ticket.title##</a></th>
 <th>
##IFticket.numberoffollowups## 
<a href=”#followups”>##lang.ticket.numberoffollowups## : ##ticket.numberoffollowups##</a>
##ENDIFticket.numberoffollowups##
 </th>
 <th>
##IFticket.numberoftasks## 
<a href=”#tasks”>##lang.ticket.numberoftasks## : ##ticket.numberoftasks##</a>
##ENDIFticket.numberoftasks##
 </th>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.authors## :</td>
 <td>
 ##IFticket.authors## 
 ##ticket.authors## 
 ##ENDIFticket.authors## 
 ##ELSEticket.authors##
 — 
 ##ENDELSEticket.authors##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.creationdate## :</td>
 <td>##ticket.creationdate##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.closedate## :</td>
 <td>##ticket.closedate##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

##IFticket.requesttype##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.requesttype## :</td>
 <td>##ticket.requesttype##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.requesttype##

##IFticket.itemtype##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.item.name## :</td>
 <td>##ticket.itemtype## — ##ticket.item.name## 
 ##IFticket.item.model## — ##ticket.item.model## ##ENDIFticket.item.model## 
 ##IFticket.item.serial## — ##ticket.item.serial## ##ENDIFticket.item.serial## 
 ##IFticket.item.otherserial## — ##ticket.item.otherserial## ##ENDIFticket.item.otherserial##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.itemtype## 

##IFticket.assigntousers##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.assigntousers## : </td>
 <td>##ticket.assigntousers##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.assigntousers##

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.status## : </td>
 <td>##ticket.status##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

##IFticket.assigntogroups##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.assigntogroups## : </td>
 <td>##ticket.assigntogroups##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.assigntogroups##

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.urgency## : </td>
 <td>##ticket.urgency##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.impact## : </td>
 <td>##ticket.impact##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.priority## : </td>
 <td>##ticket.priority##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.category## : </td>
 <td>##IFticket.category##
 ##ticket.category## 
 ##ENDIFticket.category## 
 ##ELSEticket.category## 
 ##lang.ticket.nocategoryassigned## 
 ##ENDELSEticket.category##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.content## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.content##</td>
</tr>

##IFticket.storestatus=closed##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solvedate## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solvedate##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.type## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solution.type##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.description## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solution.description##</td>
</tr>
##ENDIFticket.storestatus##</p>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.numberoffollowups## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.numberoffollowups##</td>
</tr>

##IFticket.numberoffollowups## 
<tr>
 <th colspan=”4″ id=”followups”>##lang.ticket.numberoffollowups## : ##ticket.numberoffollowups##</th>
</tr>
##ENDIFticket.numberoffollowups##

<tr>
 <td colspan=’4′>
##FOREACHfollowups##
 <table class=”tab_cadre” width=”700″>
 <tr class=”tab_bg_3″>
 <td colspan=”4″ align=”center”><strong>[##followup.date##]</strong></td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.isprivate## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.isprivate##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.author## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.author##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.description## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.description##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.date## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.date##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.requesttype## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.requesttype##</td>
 </tr>
 </table>
##ENDFOREACHfollowups##
 </td>
</tr>

##IFticket.numberoftasks## 
<tr>
 <th colspan=”4″ id=”tasks”>##lang.ticket.numberoftasks## : ##ticket.numberoftasks##</th>
</tr>
##ENDIFticket.numberoftasks##

<tr>
 <td colspan=’4′>

##FOREACHtasks##
 <table class=”tab_cadre” width=”700″>
 <tr class=”tab_bg_3″>
 <td colspan=”4″ align=”center”><strong>[##task.date##]</strong></td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.isprivate## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.isprivate##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.author## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.author##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.description## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.description##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.time## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.time##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.category## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.category##</td>
 </tr>
 </table>
##ENDFOREACHtasks##

 </td>
</tr>

</tbody>
</table>

7- Após adicionar a nova tradução Navegue até Configurar > Notificações > Notificações e selecione este novo template para todos os chamados que utilizam o modelo de chamados Tickets.

O post original está disponível em http://www.siprossii.com/en/GLPI-notification-template-mail

GLPI 0.83.9 Disponível

Olá pessoal,

 Em meio a ansiedade e espera pela versão 0.84 do GLPI com toda a mudança drástica de versão, saiu a versão 0.83.9 estável do software de gerenciamento de Help Desk.

 A nova atualização traz diversas correções de bugs e nenhum recurso novo já que todas as forças de desenvolvimento devem estar alocadas ao 0.84. Dentre as correções podemos encontrar melhorias na base de conhecimentos, Alertas dos mais variados que vinham sendo apresentados aos usuários, algumas melhorias no gerenciamento de documentos, entre outros.

 Post original:

GLPI 0.83.9 AVAILABLE

The official GLPI 0.83.9 version is now available from download

This version correct several minor bugs and a security bug. You are stongly encouraged to update your actual version.

See changelog for more details

http://www.glpi-project.org/spip.php?page=annonce&id_breve=297&lang=en 

Changelog:

  • Bug #4306: Notification on delete document
  • Bug #4308: Knowbase : encoding issue to clean search
  • Bug #4309: Items disappear when you click in tabscrollermenu (vertical list of tabs)
  • Bug #4310: Password with < or >
  • Bug #4313: Search problem on tab group view in central
  • Bug #4329: Task status in notification
  • Bug #4332: CronAlertNotClosed : problem of sending after X days : date control error
  • Bug #4341: Problem user notification edition
  • Bug #4348: Recursivity for license in search engine
  • Bug #4352: Entity alert bug
  • Bug #4355: avoid “Mailbox is empty” with mail collector
  • Bug #4367: Cannot use as default view a public bookmark
  • Bug #4372: Security : filtering REQUEST as POST and GET

https://forge.indepnet.net/projects/glpi/versions/915

Enquanto isso a versão 0.84 promete ser entregue daqui 11 dias!!! No planejamento é possível visualizar que ainda existem 3 tarefas a serem concluídas ainda: Review Help Links(bug), Move Prerequisite to PHP 5.3.0(Task), Update README on website to update prerequisites (PHP…) (Task). Ou seja, estamos muito perto de usarmos a versão 0.84 estável.

GLPI — Configurações Básicas por Murilo Boteon

O amigo Murilo Boteon do blog Carreira em Foco criou um artigo muito bom que complementa em maestria a minha série de posts sobre a implantação de um sistema de Help Desk que está entrando na reta final.
Esse artigo dá uma boa atenção aos parâmetros a serem configurados no GLPI assim que o mesmo estiver instalado.

Configurações Básicas GLPI

Como prometido no ultimo post, estou postando hoje um pequeno tutorial das configurações básicas do GLPI. Lembrando que para realizar essas configurações tivemos que buscar conhecimento em diversos meios, o que nos custou um bom tempo. Por isso resolvi fazer o tutorial para ajudar os iniciantes, que, assim como eu, estão iniciando no GLPI…

x5s201

Criação de grupos
Home > Administração > Grupos

grupos

Figura 01

Configuração do grupo criado Suporte Sistemas. Os demais grupos estão parametrizados da mesma maneira.

Figura 2

Figura 02

Criação de usuários (atendentes)
Home > Administração > Usuários

Cadastro de atendentes. Repare na figura 03 que associei o atendente criado ao grupo Suporte Sistemas. De acordo com os grupos criados anteriormente, associei os atendentes que respondem pelos serviços de sistemas para o grupo Suporte Sistemas, os atendentes que respondem para os serviços de desenvolvimento para o grupo Suporte Desenvolvimento e os atendentes que respondem para os serviços de suporte técnico para o grupo Suporte Técnico.

Figura 3

Figura 03

Categorias de chamados
Home > Configurar > Dropdowns > Categorias de chamados

Aqui foi onde consegui cadastrar os meus serviços prestados por ambos os grupos. Repare na figura 05 que associei o serviço “Logix” para o grupo Suporte Sistemas, ou seja, todos os chamados abertos para o serviço “Logix” serão encaminhados aos atendentes que estiverem no grupo Suporte Sistemas.

Figura 4

Figura 04

Figura 05

Figura 05

Regras
Home > Administração > Regras > Regras de negócios para chamados

A parte de regras foi necessária à configuração para dar certo a parte das notificações, a qual irei apresentar na sequência. Como podemos ver na figura 08, na parte onde definimos o Critério, foram cadastrados todos os serviços ou categorias (não sei bem como definir isso) que são pertinentes ao grupo Suporte Sistemas. Na parte onde definimos a Ação definimos para que sempre que um chamado for aberto com esses serviços (ou categoria) imediatamente será atribuído para o grupo Suporte Sistemas.

Figura 06

Figura 06

Figura 07

Figura 07

Notificações
Home > Configurar > Notificações > Notificações

Nome: New Ticket

Na parte das notificações configuramos o GLPI para disparar uma notificação assim que um novo chamado for aberto. Repare na figura 08 na parte dos “Destinatários”, que adicionamos “Requerentes”, “Grupo responsável pelo chamado” e “Grupo responsável pelo hardware”, fazendo com que seja disparada uma notificação de abertura de chamado para o próprio usuário que abriu o chamado e para os atendentes que estiverem no grupo para qual o chamado foi associado.

Figura 08

Figura 08

A maior fonte de pesquisa que utilizamos para aprender a configurar o GLPI foi o grupo GLPI Brasil, do Google Groups

Escrito por Murilo Boteon

Artigo Original http://carreiraemfoco.wordpress.com/2013/05/27/configuracoes-basicas-glpi/