Gerenciamento de Riscos em Projetos — Parte 1

Para falar de Riscos em Projetos é importante conceituarmos RISCO.

 Segundo o PMBoK, “O risco do projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, provocará um efeito positivo ou negativo em um ou mais objetivos do projeto tais como escopo, cronograma, custo e qualidade.” (PMBoK 5ª Edição).

 Todo risco deve possuir PELO MENOS uma causa e um impacto, mas não se resume nisso. Pode possuir mais causas e muito mais impactos!!

 Mas Arthur, O PMBoK disse que um risco pode ser uma condição incerta que se ocorrer pode causar efeito positivo?? Exatamente. Vamos a um exemplo:

 O seu projeto é pago em dólar mas nem todas as aquisições são feitas de uma vez e sim durante o decorrer do projeto. Digamos que as aquisições durem cerca de 6 meses. Se nesses seis meses o valor do dólar cair, não seria algo bom para o projeto? Portanto esse risco que possui uma causa (Queda do dólar) gerou um impacto extremamente positivo ao projeto (Diminuição do custo).

 É importantíssimo salientar que NENHUM risco é controlável, mas sim as respostas aos riscos é que gerenciamos como Gerentes do Projeto.

 Para planejarmos respostas aos riscos, precisamos realizar as análises de riscos que precisam obrigatoriamente passar por alguns processos também citados no PMBoK:

  • Planejar o Gerenciamento dos Riscos
  • Identificar os Riscos
  • Realizar análise qualitativa dos Riscos
  • Realizar análise quantitativa dos Riscos
  • Planejar as respostas aos Riscos
  • Controlar os Riscos

A partir de hoje vamos falar um pouco de cada um dos principais processos de Gerenciamento de Riscos em projetos segundo o PMBoK.

Planejar o Gerenciamento dos Riscos

É neste processo que são definidas a forma e nível em que as atividades de Gerenciamento de Riscos serão executadas e conduzidas durante o projeto. Este processo garante a efetividade da comunicação, visibilidade e importância de cada um dos riscos para o projeto e também para que nenhuma pessoa importante para o projeto seja esquecida e possíveis riscos possam não ser identificados.

Para que este processo seja atendido serão necessárias que algumas entradas já estejam prontas ou sejam elaboradas.

  • Termo de Abertura do Projeto
  • Realizado na área de Integração do Projeto
  • Registro das Partes Interessadas
  • Realizado na área de Gerenciamento das Partes Interessadas
  • Fatores Ambientais da Empresa
  • Informações que podem ser tiradas de uma análise estratégica da empresa
  • Ativos de Processos Organizacionais
  • Processos que definem a organização:
  • Conceitos e termos de riscos para a empresa
  • Modelos padrão
  • Papéis das partes interessadas
  • Autoridades para tomadas de decisões

Podem ser usadas para planejar o gerenciamento de riscos Técnicas, opiniões especializadas e também reuniões com pessoas interessadas no projeto positiva ou negativamente.

Desse processo de Planejamento do Gerenciamento de Riscos saem as metodologias, papéis e responsabilidades, Orçamento estimado para as atividades de gerenciamento de Risco e prazos claramente definidos para que as atividades em questão não extrapolem e estourem o tempo do projeto. Afinal, não é de análise de riscos que vive um gerente de projetos.

Metodologia

No que diz respeito a metodologias, podemos dizer que daqui saem os conceitos de escalas de impactos de cada risco ao projeto quanto a Custo, Tempo, Objetivo do Projeto, Escopo e Qualidade, por exemplo.

Conceitos do tipo, O que significa Impacto Alto ou Altíssimo para o projeto? Quais as tolerâncias de cada parte interessada para cada tipo de risco? Que tipo de relatórios serão gerados? Que tipo de relatórios meu cliente ou meu Sponsor quer ver? Que tipo de acompanhamento farei?

EAR (Estrutura Analítica de Riscos)

Esta análise é um belo exemplo de metodologia a ser aplicada no projeto que mostra áreas do projeto que podem apresentar riscos:

Fonte: PMBoK 5ª Edição

Escalas de Impacto de um Risco nos Objetivos Principais do Projeto

Esta escala mostra o que seria mais ou menos crítico para o projeto baseado em Objetivos principais do projeto que foram definidos previamente. Através desta escala, decisões do quanto deve ser investido de tempo e orçamento em cada risco, que será posteriormente identificado e classificado, serão tomadas: