Governança de TI — 6 Arquétipos de TI

Arquétipo, segundo o dicionário, “É o primeiro modelo ou imagem de alguma coisa, antigas impressões sobre algo. É um conceito explorado em diversos campos de estudo, como a Filosofia, Psicologia e a Narratologia.”

Existem nos ambientes de TI pelo menos 6 Arquétipos. Vamos falar um pouco sobre cada um dos arquétipos abaixo que fazem uma ligação com os modelos de governança da sociedade que foram sendo utilizados durante a história do mundo. Tente encontrar qual que se encaixa mais no seu ambiente e verifique se isto é bom ou não para o negócio da empresa. Pretendo falar mais sobre Governança em próximos posts. Mas acredito que os arquétipos seriam bons introdutores deste assunto.


Anarquia

  • Numa anarquia, indivíduos ou pequenos grupos tomam suas próprias decisões com base somente em suas necessidades locais. As anarquias são a ruína de muitos grupos de TI, sendo caras de sustentar e preservar.


Feudalismo

  • O modelo feudal é baseado nas tradições da antiga Inglaterra, onde príncipes e princesas, tomavam suas próprias decisões, otimizando suas necessidades locais. Esse modelo não facilita a tomada de decisões da empresa como um todo.


Federalismo

  • Definimos o modelo federalista como a tomada de decisões coordenada que envolve tanto o centro como as demais unidades de negócio. Os representantes das unidades do modelo federalista podem ser tanto líderes das áreas de negócio quanto líderes de TI em nível corporativo.


Monarquia de negócio

  • Numa monarquia de negócio os autos executivos de negócio tomam decisões de TI que afetam a empresa como um todo. Essa arquitetura inclui comitês de executivos de negócio, podendo incluir o CIO, mas normalmente exclui executivos de TI.


Monarquia de TI

  • Numa monarquia de TI os profissionais tomam isoladamente as decisões de TI. Basicamente é composta por indivíduos ou grupos executivos de TI.


Duopólio de TI

  • O duopólio de TI é um arranjo entre duas partes em que as decisões representam um consenso bilateral entre os executivos de TI e algum outro grupo. Os executivos de TI podem ser um grupo central de TI ou uma equipe composta por organizações de TI centrais e das unidades de negócio. O outro grupo pode ser constituído de líderes das unidades de negócio ou detentores de processos de negócio, ou ainda, grupos dos principais usuários de sistemas.