Microsoft — Desligar Workstations via Script

Quantos administradores não precisaram em algum momento algum script que desligasse os computadores da rede por algum motivo em específico, seja ele pra bonito, poupar energia ou por simples vontade de brincar com scripts.

 Eis que a mim chegou esta necessidade visto que alguns dos computadores estavam conectados ao mesmo no-break dos servidores e que em períodos de falta de energia acabavam ocasionando paradas não planejadas nos servidores por estarem diversas dessas estações de trabalho ligadas durante finais de semana ou madrugadas.

 O script consiste em dois arquivos: Um no formato .vbs e outro em formato .bat

 Esses dois arquivos devem ser salvos em um local onde o Active Directory possa enxergar e você lembre depois para poder configurar uma tarefa agendada através deles.

lst_comp.vbs

O script lst_comp.vbs lista as máquinas adicionadas a uma “OU” anteriormente criada para Desligar as estações. No caso do script abaixo eu criei uma “OU” na seguinte árvore e usei a seguinte Base dn no mesmo:

“OU=Desligar,OU=Computadores,DC=empresa,DC=local


Os computadores na OU Desligar serão os listados para desligar pelo script lst_comp.vbs. Para alterar este caminho verifique a linha 56 e altere conforme sua necessidade de Base dn.

 Crie o script abaixo no bloco de notas(ou outro editor de vbs) com o nome “lst_comp.vbs”:

'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
'
' Script Name: GetMachineNames.vbs
'
' Date: January 15, 2006
'
' Purpose: Pulls object information out of AD
'
' Author: Marlon Meiklejohn
'
'
' Revision History
' ----------------
'
'
Option Explicit
'   Define Variables
Dim fso
Dim WshShell
Dim oOu
Dim oItem
Dim fsOutputFile
Dim sOutputText
Dim sOutputFileName
Dim sOUPath
Dim sSearch
Dim bRunByCScript
Dim iPos
'   Set up the system variables
Set WshShell = wscript.CreateObject("WScript.Shell")
Set fso = CreateObject("Scripting.FileSystemObject")
' Check if run from wscript or cscript - Used for debugging.
sSearch = "cscript"
iPos = InStr(Wscript.FullName, sSearch)
If iPos > 0 Then
bRunByCScript = True
Else
bRunByCScript = False
End If
'   Define the output file name
sOutputFileName = ".MachineList.txt"
'   Create the output file
Call CreateOutputFile()
'   Define the OU path
sOUPath = "OU=Desligar,OU=Computadores,DC=empresa,DC=com"
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' Main Logic
'
'   Define the OU object
Set oOu = GetObject("LDAP://" & sOUPath & "")
'   Filter for only the objects you want.
oOu.Filter = Array("Computer")
'   Loop through all objects and grab the
' information you're looking for.
For Each oItem In oOu
'   Strip out the "CN=" at the beginning of the line.
sOutputText = Right(oItem.Name, Len(oItem.Name) - 3)

' If script was run by CScript, then echo the information to the user.
If bRunByCScript = True Then
Wscript.Echo sOutputText
End If

' Write to the output file
Call WriteOutputFile (sOutputText)
Next
'   Close the output file.
Call CloseOutputFile()
'   Notify the user that the script is finished.
' WScript.echo "File created: " & sOutputFileName
'   Cleanup and get out.
Call Cleanup()
Wscript.Quit
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' SubRoutines
'
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' Creates the output file.
'
Sub CloseOutputFile()
fsOutputFile.Close
End Sub
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' Creates the output file.
'
Sub CreateOutputFile()
Set fsOutputFile = fso.CreateTextFile(sOutputFileName)
End Sub
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' Writes to the output file
'
Sub WriteOutputFile(sText)
fsOutputFile.WriteLine sText
End Sub
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' Clean up the variables
'
Sub Cleanup()
On Error Resume Next
Set fso = Nothing
Set WshShell = Nothing
Set oOu = Nothing
Set oItem = Nothing
Set fsOutputFile = Nothing
Set sOutputText = Nothing
Set sOutputFileName = Nothing
Set sOUPath = Nothing
Set sSearch = Nothing
Set bRunByCScript = Nothing
Set iPos = Nothing
End Sub
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/
'
' End of Script
'
'_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/_/


Este script vasculhará a OU informada na linha 56 e criará um arquivo .txt de nome "MachineList.txt" no mesmo diretório onde o script está armazenado todas as vezes que a tarefa agendada rodar apagando o arquivo antigo e criando um novo com o mesmo nome.
desliga.bat
O script desliga.bat é o responsável direto pela execução do script anterior. Ele é quem "chama" o script lst_comp.vbs, que por sua vez lista as máquinas para que o desliga.bat execute o desligamento baseado na lista MachineList.txt.

Neste caso eu havia salvos os dois arquivos em D:supportscripts e abaixo é possível verificar que o .bat navega até o diretório acima, "chama" o lst_comp.vbs e depois executa o comando de desligamento com a lista dos computadores em MachineList.txt.
@echo off
d:
cd supportscripts
call d:supportscriptslst_comp.vbs
FOR /F %%a IN (MachineList.txt) DO (
shutdown /f /s /m %%a
)
Depois de criar os scripts, lembre-se de criar a tarefa agendada pelo Windows Server para o horário desejado apontando a tarefa para o script desliga.bat.


GLPI — Template de notificação de e-mail para Chamados por siprosii

Hoje o amigo +Márcio Machado postou uma dica no grupo do GLPI muito boa e de grande valia a quem tem interesse em dar uma organizada nas notificações do GLPI.

 Quem usa sabe que as vezes as notificações são um pouco confusas de entender o que exatamente foi feito e qual a necessidade de cada chamado. Com isso acabamos acessando o sistema mesmo para verificar o que está acontecendo. Porém os usuários não gostam de ter de acessar o sistema sempre para verificar o que aconteceu.

 O grupo Siprosii mantem diversas customizações, plugins e dicas sobre o GLPI e FusionInventory que podem ajudar muitos de nós administradores que não possuem grande conhecimento ou até nenhum em programação CSS, HTML e afins. Em um post de Novembro o Siprosii mostrou uma forma bem legal de como personalizar as notificações de chamados e mostro abaixo como fazer o procedimento e posterior ativação do novo modelo.

Existem os modelos nas cores padrão:


E também na cor azul


Vou explanar aqui apenas na cor padrão. Caso a cor azul atenda a alguma necessidade vocês podem ter acesso a mesma através deste link.

O processo de criação e cadastro dos modelos é simples porém um pouco trabalhoso.

1- Navegue pelos menus do GLPI através de Configurar > Notificações > Modelos de Notificações

2- Adicione um novo modelo

  • Selecione tipo: Chamado (Ticket)
  • Selecione o campo CSS
  • Coloque o código abaixo.

body {
 font-family: ‘Bitstream Vera Sans’, arial, Tahoma, ‘Sans serif’;
 font-size: 12px;
 margin: 0;
 padding: 0;
 background: #dfdfdf repeat-x;
}

ul, li, dt, dl, dd, form, img, input {
 margin: 0;
 padding: 0;
}

ul {
 list-style-type: none;
}

small {
 font-family: verdana;
 font-size: 10px;

.b {
 font-weight: bold;
}

.center {
 text-align:center;
}

.left {
 text-align:left;
}

.right {
 text-align:right;
}

.center-h {
 margin:auto;
}

.middle {
 vertical-align:middle;
}

.bottom {
 vertical-align:bottom;
}

.top {
 vertical-align:top;
}

.relative {
 position: relative;
}

.red { 
 color:red;
}

.blue {
 color:blue;
}

.green {
 color:green;
}

a, a:link {
 font-weight: bold;
 text-decoration: none;
 color : #659900;
 font-size : 12px;
}

a:hover {
 color: black;
}

table {
 font-size: 11px;
 border:0;
}

th { }

td { }

.tab_glpi {
 margin: 0 auto;
}

.tab_cadre {
 margin: 0 auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 border: 1px solid #cccccc;
 z-index:1;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 background-color: #ffffff;
}

.tab_cadre_fixe, .tab_cadre_fixehov {
 margin: 0 auto 10px auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 background: #f2f2f2;
 z-index:1;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 width:950px;
}

.tab_cadre_fixe img {
 vertical-align: middle; 
}

.tab_cadrehov, .tab_cadrehov_pointer {
 margin: 0 auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 border: 1px solid #cccccc;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 width: 80%;
 background-color: #ffffff;
 -moz-box-shadow: 0px 2px 5px #666;
 -webkit-box-shadow: 0px 2px 5px #666;
 box-shadow: 0px 2px 5px #666;
}

.tab_cadre th, .tab_cadre_fixe th, .tab_cadre_fixehov th, .tab_cadrehov th, .tab_cadrehov_pointer th, .tab_cadre_report th {
 font-size: 12px;
 font-weight: bold;
 background-color: #e1cc7b;
 text-align: center;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 padding: 2px;
 border-bottom:1px solid #cccccc;
 padding: 2px;
}

.tab_cadre td, .tab_cadre_fixe td, .tab_cadre_fixehov td, .tab_cadrehov td, .tab_cadrehov_pointer td, .tab_cadre_report td {
 padding: 3px 5px;
}

.tab_cadrehov tr:hover, .tab_cadre_fixehov tr:hover {
 background-color: #FFF4DF;
}

.tab_cadrehov_pointer tr:hover {
 cursor: pointer;
 background-color: #FFF4DF;
}

.tab_check {
 text-align:center;
 margin: 20px;
 margin-left: auto;
 margin-right: auto;
 width: 90%;
 border: 1px solid #aaaaaa;
 padding:10px;
}

.tab_check th {
 font-size: 12px;
 font-weight: bold;
 color: #fccc6f;
 vertical-align:bottom;
}

.tab_check td {
 font-size:11px;
 border-bottom:1px solid #bbbbbb;
}

.tab_cadrehov_pointer tr {
 cursor: pointer;
}

.tab_bg_1 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_bg_1_2 {
 background-color: #cf9b9b;
}

.tab_bg_2 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_bg_2_2 {
 background-color: #cf9b9b;
}

.tab_bg_3 {
 background-color: #e7e7e2;
}

.tab_bg_4 {
 background-color: #e4e4e2;
}

.tab_bg_5 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_find {
 background-color: #ccccc7;
}

.tab_find:hover {
 background-color:#FFF2C2;
 cursor:pointer;
}

3- Clique em adicionar

4- Clique para editar este template e adicione uma nova tradução

5- Clique no campo Corpo do e-mail HTML e clique no HTML.

6- Adicione o código abaixo.

##IFticket.storestatus=solved##
<table class=”tab_cadre” width=”700″>
<tbody>
<tr>
 <th colspan=”2″><a href=”##ticket.urlapprove##”>##lang.ticket.solution.description##</a></th>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td colspan=”2″><strong>##lang.ticket.autoclosewarning##</strong></td>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solvedate## :</td>
 <td>##ticket.solvedate##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.type## :</td>
 <td>##ticket.solution.type##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.description## :</td>
 <td>##ticket.solution.description##</td>
</tr> 
 
</tbody>
</table>
##ENDIFticket.storestatus##

<br />

<table class=”tab_cadre” width=”700″>
<tbody>
<tr>
 <th colspan=”2″><a href=”##ticket.url##”>##ticket.title##</a></th>
 <th>
##IFticket.numberoffollowups## 
<a href=”#followups”>##lang.ticket.numberoffollowups## : ##ticket.numberoffollowups##</a>
##ENDIFticket.numberoffollowups##
 </th>
 <th>
##IFticket.numberoftasks## 
<a href=”#tasks”>##lang.ticket.numberoftasks## : ##ticket.numberoftasks##</a>
##ENDIFticket.numberoftasks##
 </th>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.authors## :</td>
 <td>
 ##IFticket.authors## 
 ##ticket.authors## 
 ##ENDIFticket.authors## 
 ##ELSEticket.authors##
 — 
 ##ENDELSEticket.authors##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.creationdate## :</td>
 <td>##ticket.creationdate##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.closedate## :</td>
 <td>##ticket.closedate##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

##IFticket.requesttype##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.requesttype## :</td>
 <td>##ticket.requesttype##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.requesttype##

##IFticket.itemtype##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.item.name## :</td>
 <td>##ticket.itemtype## — ##ticket.item.name## 
 ##IFticket.item.model## — ##ticket.item.model## ##ENDIFticket.item.model## 
 ##IFticket.item.serial## — ##ticket.item.serial## ##ENDIFticket.item.serial## 
 ##IFticket.item.otherserial## — ##ticket.item.otherserial## ##ENDIFticket.item.otherserial##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.itemtype## 

##IFticket.assigntousers##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.assigntousers## : </td>
 <td>##ticket.assigntousers##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.assigntousers##

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.status## : </td>
 <td>##ticket.status##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

##IFticket.assigntogroups##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.assigntogroups## : </td>
 <td>##ticket.assigntogroups##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.assigntogroups##

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.urgency## : </td>
 <td>##ticket.urgency##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.impact## : </td>
 <td>##ticket.impact##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.priority## : </td>
 <td>##ticket.priority##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.category## : </td>
 <td>##IFticket.category##
 ##ticket.category## 
 ##ENDIFticket.category## 
 ##ELSEticket.category## 
 ##lang.ticket.nocategoryassigned## 
 ##ENDELSEticket.category##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.content## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.content##</td>
</tr>

##IFticket.storestatus=closed##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solvedate## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solvedate##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.type## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solution.type##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.description## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solution.description##</td>
</tr>
##ENDIFticket.storestatus##</p>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.numberoffollowups## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.numberoffollowups##</td>
</tr>

##IFticket.numberoffollowups## 
<tr>
 <th colspan=”4″ id=”followups”>##lang.ticket.numberoffollowups## : ##ticket.numberoffollowups##</th>
</tr>
##ENDIFticket.numberoffollowups##

<tr>
 <td colspan=’4′>
##FOREACHfollowups##
 <table class=”tab_cadre” width=”700″>
 <tr class=”tab_bg_3″>
 <td colspan=”4″ align=”center”><strong>[##followup.date##]</strong></td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.isprivate## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.isprivate##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.author## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.author##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.description## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.description##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.date## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.date##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.requesttype## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.requesttype##</td>
 </tr>
 </table>
##ENDFOREACHfollowups##
 </td>
</tr>

##IFticket.numberoftasks## 
<tr>
 <th colspan=”4″ id=”tasks”>##lang.ticket.numberoftasks## : ##ticket.numberoftasks##</th>
</tr>
##ENDIFticket.numberoftasks##

<tr>
 <td colspan=’4′>

##FOREACHtasks##
 <table class=”tab_cadre” width=”700″>
 <tr class=”tab_bg_3″>
 <td colspan=”4″ align=”center”><strong>[##task.date##]</strong></td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.isprivate## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.isprivate##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.author## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.author##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.description## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.description##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.time## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.time##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.category## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.category##</td>
 </tr>
 </table>
##ENDFOREACHtasks##

 </td>
</tr>

</tbody>
</table>

7- Após adicionar a nova tradução Navegue até Configurar > Notificações > Notificações e selecione este novo template para todos os chamados que utilizam o modelo de chamados Tickets.

O post original está disponível em http://www.siprossii.com/en/GLPI-notification-template-mail

GLPI 0.83.91 Stable e GLPI 0.84 Release Candidate 3

Na última semana o pessoal do GLPI lançou uma nova atualização estável do software de gerenciamento de TI para corrigir um bug que permaneceu na versão 0.83.9. Na versão 0.83.91 está corrigindo uma questão de segurança que havia ficado pendente. Correção mínima e talvez nem faça muita diferença para a maioria.

 E nesta madrugada saiu a versão 0.84 Release Candidate 3 que, para quem não vem acompanhando, é mais uma nova versão candidata a se tornar estável.

Changelog 0.83.91

  • Bug #4375: CVE-2013–2225 + CVE-2013–2227 : Security fix ( serialize + filter classname for autoload)


Changelog 0.84 RC3 (Grifado em amarelo a comparação entre o 0.84 RC2 e o RC3)

Ao que tudo indica, ainda temos 5 tarefas em aberto para o lançamento final do GLPI 0.84!


As tarefas que estavam em aberto na última versão (0.84 RC2) permanecem em aberto Review Help Links(bug), Move Prerequisite to PHP 5.3.0(Task), Update README on website to update prerequisites (PHP…) (Task). Vamos precisar de um pouco de paciência por enquanto.

GLPI 0.83.9 Disponível

Olá pessoal,

 Em meio a ansiedade e espera pela versão 0.84 do GLPI com toda a mudança drástica de versão, saiu a versão 0.83.9 estável do software de gerenciamento de Help Desk.

 A nova atualização traz diversas correções de bugs e nenhum recurso novo já que todas as forças de desenvolvimento devem estar alocadas ao 0.84. Dentre as correções podemos encontrar melhorias na base de conhecimentos, Alertas dos mais variados que vinham sendo apresentados aos usuários, algumas melhorias no gerenciamento de documentos, entre outros.

 Post original:

GLPI 0.83.9 AVAILABLE

The official GLPI 0.83.9 version is now available from download

This version correct several minor bugs and a security bug. You are stongly encouraged to update your actual version.

See changelog for more details

http://www.glpi-project.org/spip.php?page=annonce&id_breve=297&lang=en 

Changelog:

  • Bug #4306: Notification on delete document
  • Bug #4308: Knowbase : encoding issue to clean search
  • Bug #4309: Items disappear when you click in tabscrollermenu (vertical list of tabs)
  • Bug #4310: Password with < or >
  • Bug #4313: Search problem on tab group view in central
  • Bug #4329: Task status in notification
  • Bug #4332: CronAlertNotClosed : problem of sending after X days : date control error
  • Bug #4341: Problem user notification edition
  • Bug #4348: Recursivity for license in search engine
  • Bug #4352: Entity alert bug
  • Bug #4355: avoid “Mailbox is empty” with mail collector
  • Bug #4367: Cannot use as default view a public bookmark
  • Bug #4372: Security : filtering REQUEST as POST and GET

https://forge.indepnet.net/projects/glpi/versions/915

Enquanto isso a versão 0.84 promete ser entregue daqui 11 dias!!! No planejamento é possível visualizar que ainda existem 3 tarefas a serem concluídas ainda: Review Help Links(bug), Move Prerequisite to PHP 5.3.0(Task), Update README on website to update prerequisites (PHP…) (Task). Ou seja, estamos muito perto de usarmos a versão 0.84 estável.

GLPI 0.84 Release Candidate 2

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: NÃO É RECOMENDADO USAR A VERSÃO ABAIXO EM PRODUÇÃO.

E o GLPI não pára!!

 Saiu durante esta madrugada o GLPI 0.84 Release Candidate 2. A menos de 30 dias a versão RC1 do GLPI 0.84 chegou até nós e apresentou grandes melhorias em relação a versão BETA. Acredito que em menos de 30 dias teremos a versão final. Parece estar bastante estável e com bastante correções de bugs. Mas vale lembrar também que ainda não é a versão final. Não utilize em produção pois os plugins, e algumas outras configurações automáticas ou manuais ainda podem sofrer pequenos ou grandes bugs.

 Como nas versões BETA e RC1, os usuários podem baixar, instalar a nova versão (atualizando de versão anterior ou instalando do zero), testar e caso necessário e conveniente, reportar possíveis erros e bugs que porventura possam ser encontrados durante o uso.



LEMBREM-SE: NÃO RECOMENDO QUE UTILIZE A VERSÃO BETA, RC1 OU RC2 EM PRODUÇÃO.

Anúncio oficial:

GLPI 0.84 RELEASE CANDIDATE 2

We are very happy to announce the birth of the second release candidate of the v0.84 : GLPI-0.84-RC2.

We want to thanks all of you who work on the beta-test to debug or to translate GLPI.

First of all !!! WARNING !!! this version is not the final version of the 0.84.

Its aim is to allow you to test it and to find remaining bugs. We do not advise you to use this version in production.

You can download this version with the download section.

You could contribute at that time of final debug by testing this version and by making reviews of all bugs or problems that you encountered by using it. You can do it directly on the mailing-list (glpi-dev prefered) or using the forum section bug beta tests

You will find the list of the improvements made by this new version here

Best regards,

The development team

http://www.glpi-project.org/spip.php?breve296

Changelog Oficial: (Comparação entre RC1 e RC2 grifada em amarelo)

https://forge.indepnet.net/projects/glpi/versions/542

Tudo parece se encaminhar para o fim ao vermos os progressos do projeto:


Enquanto isso aguardamos ansiosamente pela versão final enquanto nos contentamos com os testes na versão RC 2.

Produtividade — 14 coisas que você DEVE fazer no início e fim do expediente

Começar e terminar seu trabalho com determinadas atitudes pode ajudar a aumentar sua satisfação profissional, produtividade e eficiência. Confira 14 coisas que você deve fazer para iniciar seu dia de trabalho e 14 atividades para finalizá-lo.

As primeiras horas do seu trabalho influenciam muito no rendimento do resto do expediente. A produtividade, o bem-estar e a eficiência podem aumentar consideravelmente com determinados hábitos. É por isso que é importante que você crie uma rotina matinal que o coloque em foco e preparado para o sucesso. Da mesma forma, as últimas horas no escritório também são determinantes para o rendimento do dia seguinte. Nesse sentido, é importante lembrar que o planejamento eficiente é uma das melhores maneiras de evitar o estresse.

 Para ajudar você a aproveitar essas vantagens separamos duas listas com as 14 coisas que você DEVE fazer tanto pela manhã, quanto no final de seu expediente para aumentar seu desempenho. Confira:

 As 14 coisas que você DEVE fazer no INÍCIO do expediente:

1. Ser pontual

Pode parecer óbvio para muitas pessoas, mas ser pontual ajuda você a evitar estresses desnecessários que atrapalham o andamento inicial das suas tarefas.

2. Respire profundamente

O fato de ter chegado no horário ajuda você a estar mais relaxado e concentrado para as prioridades do dia. Além disso, você deve iniciar seu trabalho com uma pequena rotina que o coloque no estado de produtividade e concentração necessário. Arrumar a mesa, fazer a lista de tarefas, pegar o café ou quaisquer atividades que ajudem você a se estabelecer com calma no escritório.

3. Cinco minutos para se preparar

Separe cinco minutos iniciais para se localizar entre as pendências do dia anterior, o que precisa ser feito hoje e aquilo que é urgente. Estabelecer prioridades é essencial para que você se sinta no controle daquilo que precisa ser feito, sem perder prazo nenhum.

4. Trate cada dia de maneira individual

Se as pendências do dia anterior são estressantes e causaram desconforto, não traga esses sentimentos para o dia presente. Procure tratar cada dia individualmente, sem acumular estresses e aumentar a ansiedade.

5. Cuidado com seu humor

A sua inteligência emocional não é importante apenas para seu rendimento, mas também no relacionamento com outros. Por conta disso, observe quais são os períodos mais críticos. A sua primeira hora no escritório funciona como um termômetro para o humor do resto do dia.

6. Organize seu dia

Se perceber que muitas tarefas chegam e você está ficando sobrecarregado, tire mais cinco minutos para se reorganizar de maneira que nada seja deixado de lado ou fique mal feito.

7. Esteja presente

Essa dica é válida especialmente se você está em uma posição de liderança. Se você não costuma “funcionar” muito bem pela manhã, faça um esforço maior para estar presente de maneira eficiente, crítica e comunicativa.

8. Confira com seus colegas

Uma pequena reunião informal com os colegas de sua equipe pode fazer com que todos trabalhem mais efetivamente para alcançar os objetivos do dia. Delegar tarefas, estabelecer prioridades e eliminar as arestas, sejam elas de relacionamento ou alguma atividade que ficou de lado, ajuda você a crescer como líder e como time.

9. Tenha um espaço organizado

Nenhuma dessas dicas irá apresentar a eficiência necessária se o seu espaço de trabalho estiver desorganizado ou sujo.

10. Não se deixe distrair por sua caixa de entrega

Essa dica pode ser muito difícil de encarar, já que os e-mails chegam sem o controle de quem recebe. Entretanto, é melhor que você escolha horários específicos para conferir e responder seus e-mails de forma que eles não atrapalhem seu rendimento ou concentração.

11. Ouça seu correio de voz

Muitas pessoas de concentram no computador, mas esquecem das mensagens que podem receber pelo correio de voz. Por mais ultrapassado que esse meio de comunicação tem se tornado, ele ainda é utilizado por muitas empresas para comunicação interna ou com clientes.

12. Fale com quem você precisa

Se você depende da resposta de outras pessoas para concluir seu trabalho, então não espere para mandar os e-mails ou fazer as ligações. Logo que chegar ao escritório faça os contatos necessários para que receba o retorno o mais rápido possível.

13. Aproveite a criatividade

Para muitas pessoas, a manhã é o período em que estão mais criativas e eficientes. Se esse for seu caso, aproveite esse horário para fazer as tarefas mais exigentes.

14. Faça uma pausa

Dentro de seu planejamento, procure separar de 10 a 15 minutos para fazer uma pausa de suas atividades. Aproveite esse período para ir ao banheiro, tomar água ou café e descansar a mente para promover a oxigenação no cérebro necessária para o armazenamento de novas informações e concentração.

Veja 14 coisas que você DEVE fazer no FINAL de seu expediente:

1. Avalie sua lista de tarefas

A avaliação que você fizer de sua lista de tarefas no fim do dia irá ajudá-lo a organizar as pendências para o dia seguinte de maneira equilibrada e objetiva.

2. Revise a lista do dia seguinte

Se possível, você deve adiantar a lista de tarefas para o dia seguinte. Assim, quando poderá aproveitar melhor os primeiros minutos da manhã seguinte com tarefas menos específicas.

3. Converse com seu chefe e colegas

Dependendo da dinâmica de seu chefe, da empresa ou do departamento, procure conversar com ele sobre as atividades do dia, seus resultas e aquilo que espera para o próximo.

4. Arrume suas coisas

Não deixe a bagunça de sua mesa esperando você na manhã seguinte. Tire os últimos cinco minutos para jogar papel fora, limpar a mesa e arrumar outras coisas organizadamente.

5. Aproveite a calma

As horas de pico já passaram e você pode aproveitar a calma para fazer tarefas que não exigem contato por telefone ou outro tipo de distração.

6. Conclua

Não há nada pior do que sair do escritório com coisas sem conclusão ou a sensação de ter deixado algo mal feito. Evite esse tipo de coisa e procure concluir seus trabalhos de forma que nada permaneça em sua mente depois de sair do trabalho.

7. Crie estratégias

Se perceber que seu rendimento não está satisfatório ou que precisa de uma nova abordagem para conseguir completar as coisas, crie estratégias que podem ser aplicadas no dia seguinte. Compare resultados para testar aquilo que é melhor para sua dinâmica de trabalho.

8. Reflita sobre o dia

Fazer as coisas de maneira automática ou reproduzir padrões de comportamento em seu trabalho irá prejudicar seu desenvolvimento. Além de impedir que você se destaque, esse tipo de postura também demonstra falta de iniciativa. Para impedir que isso ocorra, procure refletir sobre seu dia, identificando os pontos altos e aqueles mais frágeis, que precisam de aprimoramento.

9. Se despeça

Muitas pessoas reconhecem a importância de como chegam ao escritório pela manhã, mas se esquecem que a despedida também conta e pode fazer diferença para a maneira como você se sente depois de sair da empresa e como chegará no dia seguinte.

10. Deixe um recado positivo

Separe uma frase que possa inspirá-lo para o dia seguinte em sua mesa e deixa visível para quando você chegar. Você pode fazer isso para outras pessoas também, como sinal de apoio e motivação.

11. Seja sustentável

Não se esqueça de cuidar do planeta. Ao invés de jogar fora folhas inúteis, faça rascunho para anotações aleatórias. Apague as luzes e não se esqueça de desligar o monitor do computador, que também consome energia sem necessidade.

12. Desconecte-se

O expediente acabou, mas seu trabalho continua. Não leve isso para sua casa ou para a volta. Desligue e-mails corporativos, celulares e quaisquer outras fontes de comunicação com a empresa que podem atrapalhar seu período merecido de descanso.

13. Deixe o estresse

Quando sair da porta da empresa, imagine que está deixando para lá todo o estresse que carregou com você durante o dia. É essencial saber separar os espaços e papeis que você desempenha em cada lugar para que nenhum contamine e prejudique o outro.

14. Vá para casa

Não seja a pessoa que sempre vai embora por último. Aquilo que pode ser feito amanhã, deixe para o dia seguinte. Produtividade não significa ultrapassar suas horas de trabalho e prejudicar o tempo que deveria passar com sua família, amigos e lazer.

Fonte original: noticias.universia.com.br

GLPI — Configurações Básicas por Murilo Boteon

O amigo Murilo Boteon do blog Carreira em Foco criou um artigo muito bom que complementa em maestria a minha série de posts sobre a implantação de um sistema de Help Desk que está entrando na reta final.
Esse artigo dá uma boa atenção aos parâmetros a serem configurados no GLPI assim que o mesmo estiver instalado.

Configurações Básicas GLPI

Como prometido no ultimo post, estou postando hoje um pequeno tutorial das configurações básicas do GLPI. Lembrando que para realizar essas configurações tivemos que buscar conhecimento em diversos meios, o que nos custou um bom tempo. Por isso resolvi fazer o tutorial para ajudar os iniciantes, que, assim como eu, estão iniciando no GLPI…

x5s201

Criação de grupos
Home > Administração > Grupos

grupos

Figura 01

Configuração do grupo criado Suporte Sistemas. Os demais grupos estão parametrizados da mesma maneira.

Figura 2

Figura 02

Criação de usuários (atendentes)
Home > Administração > Usuários

Cadastro de atendentes. Repare na figura 03 que associei o atendente criado ao grupo Suporte Sistemas. De acordo com os grupos criados anteriormente, associei os atendentes que respondem pelos serviços de sistemas para o grupo Suporte Sistemas, os atendentes que respondem para os serviços de desenvolvimento para o grupo Suporte Desenvolvimento e os atendentes que respondem para os serviços de suporte técnico para o grupo Suporte Técnico.

Figura 3

Figura 03

Categorias de chamados
Home > Configurar > Dropdowns > Categorias de chamados

Aqui foi onde consegui cadastrar os meus serviços prestados por ambos os grupos. Repare na figura 05 que associei o serviço “Logix” para o grupo Suporte Sistemas, ou seja, todos os chamados abertos para o serviço “Logix” serão encaminhados aos atendentes que estiverem no grupo Suporte Sistemas.

Figura 4

Figura 04

Figura 05

Figura 05

Regras
Home > Administração > Regras > Regras de negócios para chamados

A parte de regras foi necessária à configuração para dar certo a parte das notificações, a qual irei apresentar na sequência. Como podemos ver na figura 08, na parte onde definimos o Critério, foram cadastrados todos os serviços ou categorias (não sei bem como definir isso) que são pertinentes ao grupo Suporte Sistemas. Na parte onde definimos a Ação definimos para que sempre que um chamado for aberto com esses serviços (ou categoria) imediatamente será atribuído para o grupo Suporte Sistemas.

Figura 06

Figura 06

Figura 07

Figura 07

Notificações
Home > Configurar > Notificações > Notificações

Nome: New Ticket

Na parte das notificações configuramos o GLPI para disparar uma notificação assim que um novo chamado for aberto. Repare na figura 08 na parte dos “Destinatários”, que adicionamos “Requerentes”, “Grupo responsável pelo chamado” e “Grupo responsável pelo hardware”, fazendo com que seja disparada uma notificação de abertura de chamado para o próprio usuário que abriu o chamado e para os atendentes que estiverem no grupo para qual o chamado foi associado.

Figura 08

Figura 08

A maior fonte de pesquisa que utilizamos para aprender a configurar o GLPI foi o grupo GLPI Brasil, do Google Groups

Escrito por Murilo Boteon

Artigo Original http://carreiraemfoco.wordpress.com/2013/05/27/configuracoes-basicas-glpi/

Novo Vírus dentro do Skype se espalha com velocidade inimaginável

Malware já atingiu mais de 300 mil pessoas pelo mundo — 80 mil vítimas são da América Latina.

Um novo vírus online que está se espalhando pelo Skype desde segunda-feira (20) já atingiu 300 mil pessoas ao redor do mundo. Desse número, 80 mil foram vítimas dentro da América Latina, de acordo com relatório da empresa de segurança ESET.

A praga virtual se apresenta como Worm (programa malicioso), e se comporta de forma semelhante ao Worm Win32/Kryptik.BBKB, apresentando uma velocidade de disseminação fora dos padrões para esse tipo de ameaça.

O Worm vem se espalhando através de textos relacionados a fotos no Skype, com endereços encurtados usando a ferramenta do Google (goo.gl). Apesar da empresa de segurança ter identificado o malware, ainda não há informações dos prejuízos que ele pode causar.

O internauta deve evitar encurtar textos pela plataforma do Google. “Temos motivos para pensar que são novas versões de uma ameaça que começou a circular em março deste ano e também estamos confirmando que novas variantes se propagam pelo Gtalk, o chat do Google”, informa o gerente de Educação e Serviços da ESET América Latina, Sebastián Bortnik. “Não é normal ver ameaças que se propaguem na velocidade desse Worm”, finaliza ele.

Fonte original: Anonymous Brasil

Implantação de um sistema de Help Desk — Parte 4 (O novo fluxo do atendimento)

Este post faz parte de uma série de 5 outros posts sobre a implantação de um software de Helpdesk. Na primeira parte falamos sobre algumas mudanças e melhorias que um software de Helpdesk pode trazer para uma equipe de suporte. Na segunda parte falamos um pouco sobre porque implantar e como justificar a implantação do sistema. Na terceira parte falamos sobre alguns pontos a serem avaliados na escolha do software a ser utilizado.

Nesta etapa do projeto vamos bater forte nas alterações no fluxo de atendimento dos atendentes. A maioria dos casos em já se avaliou a necessidade de um software de gestão do Help Desk é porque, de fato, precisa de mudanças não só da equipe técnica mas também na cultura dos usuários que acionam este suporte técnico.

Um exemplo de fluxo de atendimento para a equipe de TI pode ser no seguinte modelo:

  1. O usuário abre o chamado com a sua requisição ou incidente;
  2. O chamado é então atribuído ao técnico disponível e/ou capacitado a atender a ocorrência;
  3. O técnico atende, adiciona as tarefas e todo o trabalho feito na ocorrência em busca da solução. Após atendimento completo a demanda solicitada, o técnico soluciona o atendimento.
  4. O usuário então valida o chamado como Solucionado ou Não Solucionado.
  • Solucionado — O chamado é Finalizado
  • Não Solucionado — O chamado é novamente atribuído ao mesmo técnico que o atendia.
  1. Ao ser validado como Solucionado pelo usuário o, chamado é então fechado e ficará salvo nos históricos para sempre.

Na imagem abaixo é possível visualizar o fluxo de atendimento proposto acima:


A cultura da empresa deve ser muito bem trabalhada. No último post falaremos mais sobre alguns cuidados com a implantação, homologação e treinamento de administradores e usuários. Porém neste post ainda cabe falar sobre a principal mudança que deverá ser muito bem trabalhada pelo setor de suporte para alavancar a mudança de cultura dos funcionários da empresa que ativarão o serviço de Help Desk.

 Todos os funcionários deverão utilizar o serviço de Help Desk para ativar a equipe de suporte, salvo naqueles casos extremamente impactantes a empresa e/ou em casos de que o usuário não consegue ligar o seu computador ou não tem acesso a rede. Nesses casos é importante que o técnico tenha a sensibilidade de abrir o chamado em nome do usuário requerente e atendê-lo o mais breve possível.

Até a próxima!!

GLPI 0.84 Release Candidate 1

OBSERVAÇÃO: NÃO É RECOMENDADO USAR A VERSÃO ABAIXO EM PRODUÇÃO AINDA.

 Eis que ontem saiu mais uma liberação do GLPI 0.84, que já está mais que atrasado hehehe.

 A um tempo atrás o GLPI lançou a versão 0.84 BETA juntamente com o concurso Bug Hunter buscando Beta testers para encontrar problemas e falhas na nova versão do software. Após 3 meses de testes na versão BETA, os desenvolvedores liberaram a versão Release Candidate 1 que é uma versão candidata a ser a versão final. Isso não significa que ela está 100% funcional e sem falhas, mas que está muito mais perto de ser estável do que a BETA.

 O Download pode ser feito na página do GLPI ou através deste link.

 As contribuições com relatos de erros e bugs podem continuar sendo enviados para as listas de e-mails de desenvolvimento do GLPI ou até na seção do Fórum Bugs beta-test GLPI.



 Anúncio oficial:

14 MAY 2013

GLPI 0.84 RELEASE CANDIDATE 1

We are very happy to announce the birth of the first release candidate of the v0.84 : GLPI-0.84-RC1.

We want to thanks all of you who work on the beta-test to debug or to translate GLPI.

First of all !!! WARNING !!! this version is not the final version of the 0.84.

Its aim is to allow you to test it and to find remaining bugs. We do not advise you to use this version in production.

You can download this version with the download section.

You could contribute at that time of final debug by testing this version and by making reviews of all bugs or problems that you encountered by using it. You can do it directly on the mailing-list (glpi-dev prefered) or using the forum section bug beta tests

You will find the list of the improvements made by this new version here

Best regards,

The development team

http://www.glpi-project.org/spip.php?breve294

Changelog oficial:

https://forge.indepnet.net/projects/glpi/versions/542