25. As 5 Perguntas mais frequentes sobre o GLPI

Fala galera, fiz um vídeo um pouco diferente com as 5 perguntas que eu mais vejo e respondo.

É um vídeo bem rápido e um pouco diferente do trabalho que eu vinha fazendo visto o problema nos meus equipamentos que comentei no último post. 

Sinceramente, gostei da experiência. Espero que vocês gostem também. 

GLPI 0.85 disponível

No dia 12 desse mês (Novembro) saiu a tão aguardada versão 0.84 do GLPI. Esta nova versão era tão aguardada pois prometia disponibilizar mais uma área de Gestão do ITIL, o Gerenciamento de Mudanças. Além dessa mudança aguardada por muitos, o sistema ganhou funcionalidades interessantes para equipes de TI como o Gerenciamento de Projetos, Exportação para PDF nativa, diversas melhorias e até melhorias nas traduções de alguns componentes.

 

 Segue abaixo as principais novas funcionalidades e também o changelog completo original da notícia do site do GLPI:

GLPI 0.85 IS OUT

The official GLPI 0.85 tarball is now available for download !

Here a non exhaustive list of the new functionalities offered by this version:

Servicedesk : change management

Servicedesk : project, task and Gantt graph management

Servicedesk : SLA management enhancement

Inventory : inventory of components

General : improve mail collector

General : import, export and copie business rules

General : improve mail notification system

General : add log rotation

General : UTF8 PDF export

General : translations of dropdowns and knowledge base items

General : review profile management

General : User pictures

Ergonomy : migrate to jquery

More than 105 tickets have been closed for this major version.

Changelog original

Não esqueçam de testarem muito o GLPI 0.85 antes de colocar em produção!!

Link para download do GLPI 0.85

www.bavierati.com.br

GLPI — Templates e Chamados Recorrentes

Olá pessoal,

No post de hoje vou falar sobre a funcionalidade que apareceu nas versões 0.83.x do sistema de chamados GLPI. Os Chamados Recorrentes.

Logo que vi esse novo botão não entendi para que servia. Confesso que na primeira vez imaginei que fosse algo relacionado a Gerenciamento de Problemas do ITILv3 onde chamados recorrentes deixam de ser Incidentes e passam a ser problemas. Mas quando vi que também existia o botão de “Problemas” notei que não era bem para isso que servia a opção “Chamados recorrentes”.

Consultei o manual do GLPI e ele me deu uma dica de ouro. A função Chamados Recorrentes se trata de um “facilitador” para abertura de chamados que são abertos com uma certa periodicidade.

 Por exemplo: Preciso que um chamado seja aberto diariamente para verificar os logs de backup. Ou então um chamado precisa ser aberto mensalmente para que sejam verificadas as leituras das impressoras.

 Enfim, existem várias aplicações que fazemos manualmente no dia-dia que poderiam ser atendidas por essa função de forma praticamente automática.

 

 Para criar um chamado recorrente, é necessário primeiro aprender um pouco sobre os Templates de chamados. Os Templates são criados para que alguns campos sejam pré definidos na abertura de chamados de categorias específicas, perfis específicos ou até para os chamados recorrentes.

GLPI — Template de notificação de e-mail para Chamados por siprosii

Hoje o amigo +Márcio Machado postou uma dica no grupo do GLPI muito boa e de grande valia a quem tem interesse em dar uma organizada nas notificações do GLPI.

 Quem usa sabe que as vezes as notificações são um pouco confusas de entender o que exatamente foi feito e qual a necessidade de cada chamado. Com isso acabamos acessando o sistema mesmo para verificar o que está acontecendo. Porém os usuários não gostam de ter de acessar o sistema sempre para verificar o que aconteceu.

 O grupo Siprosii mantem diversas customizações, plugins e dicas sobre o GLPI e FusionInventory que podem ajudar muitos de nós administradores que não possuem grande conhecimento ou até nenhum em programação CSS, HTML e afins. Em um post de Novembro o Siprosii mostrou uma forma bem legal de como personalizar as notificações de chamados e mostro abaixo como fazer o procedimento e posterior ativação do novo modelo.

Existem os modelos nas cores padrão:


E também na cor azul


Vou explanar aqui apenas na cor padrão. Caso a cor azul atenda a alguma necessidade vocês podem ter acesso a mesma através deste link.

O processo de criação e cadastro dos modelos é simples porém um pouco trabalhoso.

1- Navegue pelos menus do GLPI através de Configurar > Notificações > Modelos de Notificações

2- Adicione um novo modelo

  • Selecione tipo: Chamado (Ticket)
  • Selecione o campo CSS
  • Coloque o código abaixo.

body {
 font-family: ‘Bitstream Vera Sans’, arial, Tahoma, ‘Sans serif’;
 font-size: 12px;
 margin: 0;
 padding: 0;
 background: #dfdfdf repeat-x;
}

ul, li, dt, dl, dd, form, img, input {
 margin: 0;
 padding: 0;
}

ul {
 list-style-type: none;
}

small {
 font-family: verdana;
 font-size: 10px;

.b {
 font-weight: bold;
}

.center {
 text-align:center;
}

.left {
 text-align:left;
}

.right {
 text-align:right;
}

.center-h {
 margin:auto;
}

.middle {
 vertical-align:middle;
}

.bottom {
 vertical-align:bottom;
}

.top {
 vertical-align:top;
}

.relative {
 position: relative;
}

.red { 
 color:red;
}

.blue {
 color:blue;
}

.green {
 color:green;
}

a, a:link {
 font-weight: bold;
 text-decoration: none;
 color : #659900;
 font-size : 12px;
}

a:hover {
 color: black;
}

table {
 font-size: 11px;
 border:0;
}

th { }

td { }

.tab_glpi {
 margin: 0 auto;
}

.tab_cadre {
 margin: 0 auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 border: 1px solid #cccccc;
 z-index:1;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 background-color: #ffffff;
}

.tab_cadre_fixe, .tab_cadre_fixehov {
 margin: 0 auto 10px auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 background: #f2f2f2;
 z-index:1;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 width:950px;
}

.tab_cadre_fixe img {
 vertical-align: middle; 
}

.tab_cadrehov, .tab_cadrehov_pointer {
 margin: 0 auto;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 border: 1px solid #cccccc;
 text-align: left;
 font-size: 11px;
 width: 80%;
 background-color: #ffffff;
 -moz-box-shadow: 0px 2px 5px #666;
 -webkit-box-shadow: 0px 2px 5px #666;
 box-shadow: 0px 2px 5px #666;
}

.tab_cadre th, .tab_cadre_fixe th, .tab_cadre_fixehov th, .tab_cadrehov th, .tab_cadrehov_pointer th, .tab_cadre_report th {
 font-size: 12px;
 font-weight: bold;
 background-color: #e1cc7b;
 text-align: center;
 -moz-border-radius: 4px;
 -webkit-border-radius: 4px;
 -o-border-radius: 4px;
 padding: 2px;
 border-bottom:1px solid #cccccc;
 padding: 2px;
}

.tab_cadre td, .tab_cadre_fixe td, .tab_cadre_fixehov td, .tab_cadrehov td, .tab_cadrehov_pointer td, .tab_cadre_report td {
 padding: 3px 5px;
}

.tab_cadrehov tr:hover, .tab_cadre_fixehov tr:hover {
 background-color: #FFF4DF;
}

.tab_cadrehov_pointer tr:hover {
 cursor: pointer;
 background-color: #FFF4DF;
}

.tab_check {
 text-align:center;
 margin: 20px;
 margin-left: auto;
 margin-right: auto;
 width: 90%;
 border: 1px solid #aaaaaa;
 padding:10px;
}

.tab_check th {
 font-size: 12px;
 font-weight: bold;
 color: #fccc6f;
 vertical-align:bottom;
}

.tab_check td {
 font-size:11px;
 border-bottom:1px solid #bbbbbb;
}

.tab_cadrehov_pointer tr {
 cursor: pointer;
}

.tab_bg_1 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_bg_1_2 {
 background-color: #cf9b9b;
}

.tab_bg_2 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_bg_2_2 {
 background-color: #cf9b9b;
}

.tab_bg_3 {
 background-color: #e7e7e2;
}

.tab_bg_4 {
 background-color: #e4e4e2;
}

.tab_bg_5 {
 background-color: #f2f2f2;
}

.tab_find {
 background-color: #ccccc7;
}

.tab_find:hover {
 background-color:#FFF2C2;
 cursor:pointer;
}

3- Clique em adicionar

4- Clique para editar este template e adicione uma nova tradução

5- Clique no campo Corpo do e-mail HTML e clique no HTML.

6- Adicione o código abaixo.

##IFticket.storestatus=solved##
<table class=”tab_cadre” width=”700″>
<tbody>
<tr>
 <th colspan=”2″><a href=”##ticket.urlapprove##”>##lang.ticket.solution.description##</a></th>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td colspan=”2″><strong>##lang.ticket.autoclosewarning##</strong></td>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solvedate## :</td>
 <td>##ticket.solvedate##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.type## :</td>
 <td>##ticket.solution.type##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.description## :</td>
 <td>##ticket.solution.description##</td>
</tr> 
 
</tbody>
</table>
##ENDIFticket.storestatus##

<br />

<table class=”tab_cadre” width=”700″>
<tbody>
<tr>
 <th colspan=”2″><a href=”##ticket.url##”>##ticket.title##</a></th>
 <th>
##IFticket.numberoffollowups## 
<a href=”#followups”>##lang.ticket.numberoffollowups## : ##ticket.numberoffollowups##</a>
##ENDIFticket.numberoffollowups##
 </th>
 <th>
##IFticket.numberoftasks## 
<a href=”#tasks”>##lang.ticket.numberoftasks## : ##ticket.numberoftasks##</a>
##ENDIFticket.numberoftasks##
 </th>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.authors## :</td>
 <td>
 ##IFticket.authors## 
 ##ticket.authors## 
 ##ENDIFticket.authors## 
 ##ELSEticket.authors##
 — 
 ##ENDELSEticket.authors##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.creationdate## :</td>
 <td>##ticket.creationdate##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.closedate## :</td>
 <td>##ticket.closedate##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

##IFticket.requesttype##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.requesttype## :</td>
 <td>##ticket.requesttype##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.requesttype##

##IFticket.itemtype##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.item.name## :</td>
 <td>##ticket.itemtype## — ##ticket.item.name## 
 ##IFticket.item.model## — ##ticket.item.model## ##ENDIFticket.item.model## 
 ##IFticket.item.serial## — ##ticket.item.serial## ##ENDIFticket.item.serial## 
 ##IFticket.item.otherserial## — ##ticket.item.otherserial## ##ENDIFticket.item.otherserial##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.itemtype## 

##IFticket.assigntousers##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.assigntousers## : </td>
 <td>##ticket.assigntousers##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.assigntousers##

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.status## : </td>
 <td>##ticket.status##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

##IFticket.assigntogroups##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.assigntogroups## : </td>
 <td>##ticket.assigntogroups##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
##ENDIFticket.assigntogroups##

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.urgency## : </td>
 <td>##ticket.urgency##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.impact## : </td>
 <td>##ticket.impact##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.priority## : </td>
 <td>##ticket.priority##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>
 
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.category## : </td>
 <td>##IFticket.category##
 ##ticket.category## 
 ##ENDIFticket.category## 
 ##ELSEticket.category## 
 ##lang.ticket.nocategoryassigned## 
 ##ENDELSEticket.category##</td>
 <td colspan=”2″></td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.content## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.content##</td>
</tr>

##IFticket.storestatus=closed##
<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solvedate## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solvedate##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.type## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solution.type##</td>
</tr>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.solution.description## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.solution.description##</td>
</tr>
##ENDIFticket.storestatus##</p>

<tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.ticket.numberoffollowups## : </td>
 <td colspan=”3″>##ticket.numberoffollowups##</td>
</tr>

##IFticket.numberoffollowups## 
<tr>
 <th colspan=”4″ id=”followups”>##lang.ticket.numberoffollowups## : ##ticket.numberoffollowups##</th>
</tr>
##ENDIFticket.numberoffollowups##

<tr>
 <td colspan=’4′>
##FOREACHfollowups##
 <table class=”tab_cadre” width=”700″>
 <tr class=”tab_bg_3″>
 <td colspan=”4″ align=”center”><strong>[##followup.date##]</strong></td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.isprivate## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.isprivate##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.author## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.author##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.description## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.description##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.date## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.date##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.followup.requesttype## :</td>
 <td colspan=”3″>##followup.requesttype##</td>
 </tr>
 </table>
##ENDFOREACHfollowups##
 </td>
</tr>

##IFticket.numberoftasks## 
<tr>
 <th colspan=”4″ id=”tasks”>##lang.ticket.numberoftasks## : ##ticket.numberoftasks##</th>
</tr>
##ENDIFticket.numberoftasks##

<tr>
 <td colspan=’4′>

##FOREACHtasks##
 <table class=”tab_cadre” width=”700″>
 <tr class=”tab_bg_3″>
 <td colspan=”4″ align=”center”><strong>[##task.date##]</strong></td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.isprivate## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.isprivate##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.author## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.author##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.description## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.description##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.time## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.time##</td>
 </tr>
 
 <tr class=”tab_bg_1″>
 <td>##lang.task.category## :</td>
 <td colspan=”3″>##task.category##</td>
 </tr>
 </table>
##ENDFOREACHtasks##

 </td>
</tr>

</tbody>
</table>

7- Após adicionar a nova tradução Navegue até Configurar > Notificações > Notificações e selecione este novo template para todos os chamados que utilizam o modelo de chamados Tickets.

O post original está disponível em http://www.siprossii.com/en/GLPI-notification-template-mail

Governança de TI — 6 Arquétipos de TI

Arquétipo, segundo o dicionário, “É o primeiro modelo ou imagem de alguma coisa, antigas impressões sobre algo. É um conceito explorado em diversos campos de estudo, como a Filosofia, Psicologia e a Narratologia.”

Existem nos ambientes de TI pelo menos 6 Arquétipos. Vamos falar um pouco sobre cada um dos arquétipos abaixo que fazem uma ligação com os modelos de governança da sociedade que foram sendo utilizados durante a história do mundo. Tente encontrar qual que se encaixa mais no seu ambiente e verifique se isto é bom ou não para o negócio da empresa. Pretendo falar mais sobre Governança em próximos posts. Mas acredito que os arquétipos seriam bons introdutores deste assunto.


Anarquia

  • Numa anarquia, indivíduos ou pequenos grupos tomam suas próprias decisões com base somente em suas necessidades locais. As anarquias são a ruína de muitos grupos de TI, sendo caras de sustentar e preservar.


Feudalismo

  • O modelo feudal é baseado nas tradições da antiga Inglaterra, onde príncipes e princesas, tomavam suas próprias decisões, otimizando suas necessidades locais. Esse modelo não facilita a tomada de decisões da empresa como um todo.


Federalismo

  • Definimos o modelo federalista como a tomada de decisões coordenada que envolve tanto o centro como as demais unidades de negócio. Os representantes das unidades do modelo federalista podem ser tanto líderes das áreas de negócio quanto líderes de TI em nível corporativo.


Monarquia de negócio

  • Numa monarquia de negócio os autos executivos de negócio tomam decisões de TI que afetam a empresa como um todo. Essa arquitetura inclui comitês de executivos de negócio, podendo incluir o CIO, mas normalmente exclui executivos de TI.


Monarquia de TI

  • Numa monarquia de TI os profissionais tomam isoladamente as decisões de TI. Basicamente é composta por indivíduos ou grupos executivos de TI.


Duopólio de TI

  • O duopólio de TI é um arranjo entre duas partes em que as decisões representam um consenso bilateral entre os executivos de TI e algum outro grupo. Os executivos de TI podem ser um grupo central de TI ou uma equipe composta por organizações de TI centrais e das unidades de negócio. O outro grupo pode ser constituído de líderes das unidades de negócio ou detentores de processos de negócio, ou ainda, grupos dos principais usuários de sistemas.

A TI tem o poder

Olá pessoal.

O post de hoje serve para refletirmos sobre o poder que uma equipe de TI possui dentro de uma empresa. O poder da decisão, o poder da informação, o poder das facilidades a soluções e ferramentas que outros na mesma empresa muitas vezes nem desconfiam que sequer existam.

Pois bem, se você que está lendo este post, acompanha meu blog e está se identificando com a situação, pense um pouco. Você usa esse seu “poder” para o bem ou para mal? Você tem acesso a ferramentas restritas, a históricos que jamais um usuário desconfia que você tenha acesso. Você acaba sabendo de segredos de todos os setores da empresa, muitas vezes até segredos particulares.


O que você faz com essas informações e possibilidades. Você tem sido um bom profissional? Ético, correto, sincero consigo e com os outros?

Um bom exemplo para isso é aquele momento em que algum gerente de área lhe solicita um relatório de quantidade de emails enviados e recebidos por uma pessoa com outra. Você certamente atenderá e inevitavelmente terás o acesso a essa informação. Cabe ao bom profissional repassar a mesma muitas vezes tendo que saber do que se tratam as conversas e mesmo assim permanecer em silêncio e sem tomar partido de nenhuma das partes. Você está ali para o negócio como o árbitro está para uma partida de futebol. Auxiliando para que tudo corra bem e imparcial sempre.

Devemos tomar cuidado com os poderes que temos sobre a empresa em que trabalhamos ou então como diz o velho ditado “O peixe morre pela boca”

Por isso hoje o hoje oposto serve mais como um alerta do que qualquer outra coisa.

“A equipe de TI tem o poder, basta usa-lo para o bem ou para o mal” José Fernando Weege