EU VIVO NA MELHOR ÉPOCA PARA SE VIVER 🧠📙🖋

Eu tenho como ideia de que o século, a década, o ano em que vivemos é o melhor para se viver na história quando falo em aprender, conectar, criar e descobrir.

Muitas das coisas a que temos acesso hoje já fazem parte da nossa rotina de maneira que nem paramos para pensar que elas eram quase inacessíveis a gerações anteriores.

Entendo também que não há investimento de vida melhor do que em mim mesmo.

E complemento com uma ideia de que a habilidade mais importante de qualquer ser humano, hoje, é aprender COMO APRENDER.

O acesso a recursos, informação e conhecimento ao alcance dos nossos dedos a valores baixíssimos ou até grátis, é algo que me fascina. Eu posso aprender praticamente qualquer coisa sem nem mesmo sair de casa.

E isso pode ser a melhor coisa da Internet ou a pior coisa da Internet.

1- Aprender a peneirar a sujeira é o primeiro passo. Tem muita coisa ruim por aí!

Aprender a aprender é justamente saber diferenciar bom conteúdo de um conteúdo não tão bom. E é nessa hora que eu procuro pessoas que já seguiram esse caminho para me ajudar a encontrar os atalhos e avaliar o que vale ou não ser seguido. Além de absorver bastante conteúdo ruim pra entender que ele não valia a pena.

2- Disciplina é mais do que essencial

A disciplina é, com certeza, o que eu mais preciso quando quero aprender algo. A inexistência da “cobrança” de um professor ou de uma avaliação chegando me deixa confortável em alguns momentos. Desenvolver uma rotina baseada num objetivo maior ajuda no processo de aprendizado pois toda vez que eu penso em adiar um estudo, eu lembro qual objetivo na minha vida estará mais longe.

Aprender como aprender é um processo infinito e prazeroso. Usar a tecnologia e recursos para facilitar esse processo é mais do que uma obrigação para mim.

Os recursos estão aí. Com acesso relativamente fácil e acessível. Escolha como usar esses recursos de forma a adicionar ao seu aprendizado. Seja de um novo idioma, uma nova profissão ou apenas um novo hobby.

Como você tem usado a Internet?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *